Cumarinas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1047 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Faculdade Bezerra de Araújo

Farmacognosia

Rio de Janeiro

Junho de 2012
Faculdade Bezerra de Araújo

Graduação em Farmácia

Cumarinas

Acadêmicos: Gustavo Costa
Lorrayne Lima
Ronaldo Dutra
Professora: Marina Letícia
Turma: 5º período / Noite

Rio de Janeiro

Junho de 2012
Introdução

“Cumarinas são benzo-derivados da pirona, de ocorrência natural ou sintética,classificadas como benzo-α-pironas. As benzo-γ-pironas são comumente conhecidas por cromonas.
As cumarinas constituem uma classe de metabólitos secundários derivados do ácido cinâmico, amplamente distribuídos no reino vegetal (em gramíneas, cascas de citros e em folhas de alguns vegetais), podendo também ser encontradas em fungos e bactérias, sendo, hoje, identificadas mais de 1300estruturas. Podem ser encontradas sozinhas ou combinadas com açúcares ou ácidos. Suas características odoríferas permitem o uso na fabricação de perfumes e agentes flavorizantes, bem como repelente de insetos. Outra propriedade interessante é a de inibir a germinação de alguns tipos de sementes. A cumarina foi o primeiro perfume natural sintetizado a partir de produtos químicos derivados do alcatrãoda hulha. Há evidências de que algumas cumarinas possam ser carcinogênicas. No entanto, as aplicações desses compostos estão superando os aspectos negativos. A elas é atribuída uma grande variedade de atividades biológicas, como a ação antimicrobiana, antiviral, antiinflamatória, antiespasmódica, antitumoral e antioxidante, dentre outras, as quais podem estar relacionadas com a inibição de enzimase com a sua capacidade de suprimir espécies ativas de oxigênio (EAO), além também de, em alguns casos, gerá-las.” (MIRANDA, Jacques Antonio).
“Mikania glomerata Spreng. é uma espécie vegetal pertencente a família Asteraceae, conhecida vulgarmente por "guaco", "coração-de-jesus", "guaco-liso", "cipó-caatinga" e "erva-de-cobra", oficializada na 1ª edição da Farmacopéia Brasileira. É umadas espécies mais estudadas sobre o aspecto farmacognóstico apesar de sua constituição química não estar completamente elucidada.
Outras espécies do gênero Mikania também recebem o nome vulgar de guaco, como por exemplo: Mikania cordifolia Willd, Mikania scandins Willd, Mikania officcinalis Mart e Mikania guaco Willd. O gênero Mikania contém cerca de 300 espécies as quais são usadas emmedicina popular. O estudo fitoquímico de diversas espécies de Mikania conduziu ao isolamento de monoterpenos, lactonas sesquiterpênicas, diterpenos e cumarinas.” (AMARAL, Maria da Penha Henriques; VIEIRA, Fabiana Pires; LEITE, Magda Narciso; AMARAL, Lílian Henriques; PINHEIRO, Lucas César; FONSECA, Bruno Guedes; PEREIRA, Mônica Cecília Santana; VAREJÃO, Eduardo Vinícius).
“Matricariarecutita é o nome científico dado a uma planta de uso popular e bastante comum, a camomila, conhecida por suas propriedades espasmolíticas, sedativas, anti-inflamatórias e cicatrizantes. Também é utilizada para alívio de problemas cutâneos como psoríase, acne, eczemas, e para tratar febre, bronquites, tosse e resfriados. É considerada segura pelo FDA, sem possuir efeitos adversos na gravidez,lactação ou infância. Enquanto a comprovação de seus efeitos terapêuticos em seres humanos está sendo estudada, os benefícios em animais têm feito com que ela seja utilizada largamente como remédio caseiro sob forma de chás e compressas.
A camomila é constituída de diversas substâncias, entre elas, alguns derivados cumarínicos, como a 7-metoxicumarina e 7-hidroxicumarina, componentes aos quaisse atribuem suas propriedades espasmolíticas.” (BARCELOS, Nathalia Marinho).

Objetivo

Avaliar, por meio de análise qualitativa, a presença de cumarinas por cromatografia de camada delgada.

Material Utilizado

- Amostra da camomila (Matricaria recutita);
- Cantinho do Norte e Raízes da Terra;
- Fab.: 12/09/2011; Val.: 12/09/2012; Lote: 19;
- Amostra de guaco...
tracking img