Cultura surda

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2212 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A relação dialógica como pressuposto na aceitação das diferenças: o processo de formação das comunidades surdas

O diálogo com os ouvintes e dentro das diversas comunidades surdas é essencial para entender o processo de formação dessas comunidades e suas diferenças, seja entre si ou em relação aos outros grupos sociais.
A investigação é o começo para a resolução de alguns problemas que muitascomunidades enfrentam, é preciso discutir as diferentes maneiras de ação dessas classes, possibilitando a informação, a auto- formação e o reconhecimento como sujeito. Esta promoção social do sujeito é o ocasionará a emancipação das comunidades.
Para tanto, deve existir uma clareza científica, abolindo os pré- conceitos e paradigmas, e construindo um objeto e objetivo de estudos de conhecimentoe dos sujeitos investigados.
As pesquisas devem ser criticamente coordenadas em relação as leis, interpretação e comprovação de dados, ou seja, devem ser fundamentadas.
A comunicação é um dos elementos principais para o estudo científico, sem ela não há princípio e possível uma formação de hipóteses e soluções.
Não é concreto discutir ou problematizar as comunidades surdas, sem que haja umacomunicação sobre tal dentro, até mesmo, das próprias comunidades. Permitindo que eles falem e expressem seus conhecimentos e sua forma de olhar o mundo no qual interagem, possibilitando que ouvintes e surdos conversem sobre coisas da vida e da existência de forma livre e plena.
Os pesquisadores- educadores devem se distanciar dos paradigmas e ouvir o que a comunidade tem pra dizer.
Muitas escolasque trabalham com pessoas surdas, tem cultivado uma educação através do adestramento, sem pensar na educação destes. Perseguir o objeto de estudo de diversas formas e entende-lo promove a aproximação sem anulação.
Para existir uma educação ou um debate educacional crítico, é preciso que todos (ouvintes ou surdos) entendam que como seres humanos somos inacabados e que para solucionar nossasdiferenças é necessário curiosidade e diálogo.
A educação surda tem experimentado alguns avanços que aceita a análise a partir de uma perspectiva multicultural.
A educação multicultural seria um veículo eficaz para as trocas sociais emancipatórias. A ideia dessa educação está baseada na participação dos alunos na comunidade que interagem.
Assim, entender a cultura como uma multicultura é divulgarque existem comunidades e organizações sociais que possuem uma visão, manifestação e sistema próprios, anulando uma massificação cultural e uma universalização dessas culturas.
Existem diferentes manifestações culturais a partir de um conjunto de significados éticos, estéticos, míticos, técnicos etc, que sustentados através da ação reflexiva, possibilita enxergar as alternativas para a resoluçãode alguns problemas imediatos.
Reconhecer e compreender que não há uma generalização em relação à identidade e comunidade surda desenvolve suas necessidades comunicativas e deixa de lado o conceito de anormalidade dentro da própria comunidade.
Podemos analisar diferentes comunidades surdas, todas com suas características e sua própria produção cultural. Dentro da comunidade surda também existemdesigualdades sociais, principalmente de alguns grupos de surdos elitizados, que promovem uma educação nada libertadora, condicionando cada vez mais a própria maneira de pensar e agir das classes populares de surdos. A comunidade surda é um complexo de relações e interligações sociais que tem criado sem próprio sistema parental. Mas a igualdade só será possível, quando houver uma aceitação dasdiferenças culturais.
Para descolonizar as mentes e, isto implica na transformação radical do sistema educacional herdado, é preciso promover encontros e troca de experiências dentro das comunidades. A real participação nas decisões administrativas, é independente do fato de sermos sujeitos ouvintes ou surdos.
Longe dos padrões institucionalizados, surge uma cultural pessoal que não é imposta,...
tracking img