Cultura da “corpolatria” e body-building: notas para reflexão

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7247 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CULTURA DA “CORPOLATRIA” E BODY-BUILDING: NOTAS PARA REFLEXÃO

Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte – 2004, 3(3):13-25

Adriana Estevão

Doutoranda em Ciências Sociais na PUC-SP

Professora do Departamento Educação Física da FURB-SC

Marcos Bagrichevsky

Doutorando em Saúde da Criança e do Adolescente – Unicamp-SP


Resumo: No presente ensaio, a intenção é discorrer sobrequestões relacionadas aos adeptos à cultura da “malhação”, em particular os praticantes do fisiculturismo, cujo objetivo é desenvolver um incrível volume muscular. Os fisiculturistas buscam alcançar determinado padrão estético peculiar a essa modalidade, e é aceitável entre eles, para consegui-lo, ultrapassar limites fisiológicos humanos. A questão evocada em primeiro plano é: o que faz com queesses praticantes desejem ter corpos incrivelmente hipertrofiados, já que tal fato implica, inclusive, estar muito próximos do risco de morte iminente? Para tentar desenvolver essa problemática, foram analisadas subjetividades e engendramentos que a perpassam, buscando identificar a contextualização de alguns paradoxos.

Palavras-chave: corpolatria; body-building; fisiculturistas; corpo.

BODYWORSHIP CULTURE AND BODY BUILDING: NOTES FOR ANALISYS

Abstract: The current essay intends to relate some aspects about followers of the body worship culture, particularly the ones who practice bodybuilding, whose main objective is to develop an incredible muscular volume. The body-builders goal is to reach certain esthetic standard, peculiar to this modality, being acceptable among them, inorder to get it, to overcome the human physiologic boundaries. The main question focused is: what stimulates them to aim an incredibly hipertrophical body, considering that, indeed, to get such kind of body implies extreme risk of sudden death? Trying to develop this problematic, it was made an analysis about its subjectiveness and contrivances, within the context of such paradox.

Keywords: bodyworship culture; body-building; body-builders; body.


1. INTRODUÇÃO

Este estudo buscou discorrer sobre questões relacionadas à cultura da corpolatria, focando em particular o body-building – prática também conhecida no Brasil como fisiculturismo. A análise considerou alguns elementos de tal contexto, em que predomina uma perspectiva hedonista de consumo do corpo, arraigada, sobretudo, nouniverso do fitness e das atividades físicas em academias de ginástica.

O fisiculturismo é considerado uma modalidade competitiva da musculação, cujo objetivo, grosso modo, é obter o máximo de volume muscular possível com vistas a determinado padrão estético corporal. Nessa prática, os/as fisiculturistas desejam que ocorra exacerbação da hipertrofia muscular e é aceitável entre eles/elas que seextrapolem os limites fisiológicos humanos para consegui-la. É predominantemente pelo uso corrente de esteróides anabolizantes androgênicos e de muitas horas gastas com intensos exercícios físicos (realizados em academias), que tais objetivos são alcançados. Sabe-se também que, em função do uso prolongado de tais fármacos, há sérios riscos de comprometimento da integridade corporal, inclusive até apossibilidade de morte súbita.

Buscamos problematizar esses intrincados e paradoxais aspectos, levando em conta algumas matrizes teóricas que analisam idéias relativas à corporeidade, saúde e estética e o respectivo nicho em que são disseminadas. A seguir, foram tecidas considerações acerca dos anabolizantes, já que tais drogas sintéticas possuem uma axiomática relação com o fisiculturismo (semelas, a prática inexistiria). Por último, também foram acopladas notas etnográficas obtidas em pesquisa de campo, apenas em sentido complementar e ilustrativo à discussão proposta. Utilizamos pequenos trechos dos relatos de cinco mulheres fisiculturistas, os quais serviram como elementos corroborativos à análise central, sem, todavia, ter a pretensão de esgotá-los.

É importante explicitar...
tracking img