Republica velha

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1907 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
Chamamos de República Velha o período que começou com a proclamação em 1889, foi feita por Deodoro da Fonseca, e terminou com a Revolução de 1930. Com a República, o Brasil mudou a forma de governo que passou a ser escolhido pelo povo. Uma nova Constituição foi promulgada, que entre outras coisas, separava a Igreja do Estado. No entanto, o Brasil da República Velhacontinuava sendo o país do latifúndio e do café. A maioria dos brasileiros trabalhando no campo era submetida aos fazendeiros, os coronéis. Voto de cabresto, domínio das oligarquias estaduais e a política do café com leite caracterizaram este período da história brasileira.
A Primeira República, também conhecida como República Velha, teve dois períodos distintos: a República daEspada (1889-1894), assim denominada pelo fato do poder estar durante o período nas mãos dos militares; e a República Oligárquica (1894-1930), onde o poder ficou centralizado e dirigido pelas oligarquias cafeeiras de São Paulo e Minas Gerais.

Neste paper integro alguns estudos realizados sobre os manifestos republicanos que representou à propaganda republicana durante a Monarquia;descrevo a experiência da república velha com os meios de comunicação; e demonstro como foi a propaganda política nas eleições de quadro presidentes da República Velha, sendo eles: Floriano Peixoto (presidente de 23/11/1891 a 15/11/1894), Prudente de Moraes (15/11/1894 a 15/11/1898), Campos Salles (15/11/1898 a 15/11/1902) e Rodrigues Alves (15/11/1902 a 15/11/1906).A República Velha
O período que vai de 1889 a 1930 é conhecido como a República Velha. Este período da História do Brasil é marcado pelo domínio político das elites agrárias mineiras, paulistas e cariocas. O Brasil firmou-se como um país exportador de café, e a indústria deu um significativo salto. Na área social, várias revoltas e problemas sociaisaconteceram nos quatro cantos do território brasileiro.
A República da Espada (1889 a 1894)
Em 15 de novembro de 1889, aconteceu a Proclamação da República, liderada pelo Marechal Deodoro da Fonseca. Nos cinco anos iniciais, o Brasil foi governado por militares. Deodoro da Fonseca tornou-se Chefe do Governo Provisório e, em seu governo procurou de uma forma simplesincentivar a industrialização no Brasil, para isso ele nomeou Rui Barbosa como ministro da fazenda. Barbosa, teve uma idéia desastrosa, emitia livremente papel moeda (dinheiro) para as incentivar a industrialização. Até então tudo bem, o problema é que os empresários criavam empresas fantasmas (de mentira) para receber os empréstimos. Não sendo o suficiente, eles vendiam ações dessas empresas dementira na bolsa de valores (e ganhavam mais dinheiro em cima de empresas de mentira ou seja, as ações não valiam nada mas o comprador não sabia disso) e por fim, emitir mais papel moeda (ou seja criar novas moedas) acaba gerando inflação, pois o dinheiro começa a perder o seu valor. Essa política recebeu o nome de “encilhamento”, que significa preparar o cavalo para a corrida. Isso era uma paródiacomparando as corridas para subir as ações da bolsa de valores com as corridas de cavalos. A política do encilhamento tinha tudo para ser um desastre de forma que Deodoro vai renunciar e Barbosa vai ser demitido do cargo.
Em 1891, quando Deodoro renunciou, quem assumiu foi o vice-presidente: Floriano Peixoto (outro militar). O governo do militar Floriano, através do uso da violência, intensificou arepressão aos que ainda davam apoio à monarquia, motivo pelo qual esse período ficou conhecido como República da Espada. Outro ponto importante de analisar nesse período era necessidade de uma nova Constituição, pois a antiga ainda seguia os ideais da monarquia. Assim em 1891, surge uma nova constituição, cheia de restrições e limitações pois representava os interesses das elites agrárias do...
tracking img