Cubismo e futurismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2370 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Cubismo
Introdução

A primeira exibição cubista teve lugar no Salon des Independents, em Pans, em 1911, mas as suas origens recuam a 1901. Os pioneiros do Cubismo foram Picasso e Braque e, no inicio, este movimento era devedor a Cezanne com a sua utilização de vários pontos de vista numa única pintura. O modo como as cubistas representavam os objetos era considerado como radical.Freqüentemente, a tema era muito convencional e retirado da tradição da natureza morta.

Artista Chave
GEORGES BRAQUE (1882-1963);
PABLO PICASSO (1881-1973);
RAYMOND DUCHAMP-VILLON (1876-1918);
JUAN GRIS (1887-1927);
FERNAND LEGER (1881-1955)

Palavras chave
Volume achatado; perspectiva confusa; colagem; múltiplos pontos de vistas; natureza-morta; analítico; sintético.


Definição principal

OCubismo utilizou a mudança de pontos de vista. Par exemplo pode olhar para uma mesa sob diferentes ângulos: de cima se estivermos sabre ela, de lado quando estamos sentados, par baixo quando apanhamos uma caneta que caiu para o chão. Os cubistas tentavam captar tudo isto numa única tela e, conseqüentemente, a Cubismo tem sido descrito como uma afloração conceptual da pintura. A evolução do"conceptual" pode ser vista nos últimos trabalhos de Cezanne, em que as mesas e os objetos colocados sabre elas são pintados a partir de ângulos incompatíveis. Uma exposição da obra de Cezanne, que se realizou em 1907, no Salon d'Automne teve uma enorme influencia tanto em Picasso como em Braque. Os cubistas não faziam qualquer distinção entre as formas tridimensionais que tinham de curvar em defecção aoobservador e as que a faziam no sentido oposto. Limitavam-se a aplana-Ias em formas que multiplicavam através da tela. Os resultados eram freqüentemente superfícies lisas, cheias de padrões, pintadas em cores atenuadas, que pode ser difícil distinguir os objetos uns dos outros e do espaço em que se encontram. Ao pintarem os objetos sob diferentes ângulos, as cubistas também explanaram os seusmovimentos no tempo e no espaço. Os termos Cubismo "analítico" e "sintético" são usados para distinguir entre a que se baseia na observação de um tema e a que tem por base as técnicas artísticas, como a colagem.
Obras principais
C1arinete e Garrafa de Rum sobre a Prateleira do Fogão, 1911, GEORGES BRAQUE.

OS cubistas usavam freqüentemente palavras ou silabas nas suas pinturas e colagens, por vezesincorporando ou pintando texto tirado de jornais verdadeiros. Neste trabalho e visível a palavra "Valse", que significa "valsa" a que reforça a tema musical da obra. "RHU" são as primeiras três letras da palavra francesa que significa rum. A forma enrolada que se vê no canto direito podia ser à parte de cima de um violino ou violoncelo, mas também pode fazer parte da prateleira do fogão sabre aqual se encontra a clarinete e a garrafa de rum. E como se a tema de Braque tivesse explodido e depois fosse aplanado.


“Taça de Fruta, Violino e Garrafa, 1914, PABLO PICASSO”.

O violino no centro desta natureza-marta cubista foi fragmentado. É impossível dizer onde e que ele “realmente” esta em relação ao tampa da mesa: (par baixo dela ou apoiado sobre qualquer coisa) Esta ambigüidade etípica das pinturas cubistas. Também a forma como a tinta foi aplicada e ambígua e pretende parecer uma colagem de pedaços de papel de diferentes cores.


OUTRAS OBRAS, na Tate Modern, Londres.
Mandora, 1909-10, GEORGES BRAQUE.
Copo sobre a Mesa, 1909-10, GEORGES BRAQUE.
Garrafa e Peixes, C 1910-12, GEORGES BRAQUE.
O Toldo, 1914, JUAN GRIS.
Garrafa de Rum e Jornal, 1914, JUAN GRIS.Natureza-morta, 1914, PABLO PICASSO.


Veja Também
Construtivismo; Neoplasticismo; Suprematismo; Conceptualismo.

Não veja
Dada; Surrealismo; Expressionismo; Primitivismo; Renascença; Barraco; Rococó; Academismo; Neoclassicismo.



Futurismo

Introdução
O Futurismo foi um movimento italiano lançado com a publicação de Le Futurisme, de Filippo Tommaso Marinetti num jornal francês, em...
tracking img