CROMO

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1781 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de outubro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

Mundialmente, a cromita é consumida pelos setores metalúrgico, refratário e químico. Até o começo do século XX, sua maior aplicação limitou-se, quase exclusivamente, ao campo da indústria química. A partir de 1900, os mercados metalúrgico e de refratários despontaram como setores consumidores, com uma linha de aplicação em diversos segmentos considerados como estratégicos para odesenvolvimento industrial, tendo atingido demanda significativa durante as duas grandes guerras mundiais, como insumo fundamental na indústria bélica e em produtos químicos.

O elemento químico cromo é um metal de transição branco, cristalino com baixa maleabilidade e ductibilidade, possui número atômico 24 e massa atômica relativa 51, 996 u está localizado no grupo VI-B da tabela, seu nomederiva da palavra “Chroma” e traduzida do grego é cor.







Extração do Cromo


Disponibilidade
O principal mineral é a cromita (cromato de ferro, FeCr2O4). África do Sul é o maior produtor desse minério, com cerca de 75% do total mundial. Outro mineral (pouco comum) é a crocoíta (cromato de chumbo, PbCrO4). Há ocorrência nativa, mas é rara.

Extração de Cromo Metálico

A principalfonte de obtenção de cromo é o minério de ferro cromado. O cromo encontra-se à venda, principalmente sob a forma de cromato e dicromato de sódio e de potássio, obtidos a partir do minério.

O cromo é preparado por dois processos, de acordo com o fim a que se destina. Necessitando-se o metal em massa, prepara-se pelo processo da “aluminotermia”; quando se requer sob a forma de revestimento decromo, ele é obtido por eletrólise.

Para efetuar-se o primeiro processo, coloca-se uma mistura íntima de sesquióxido de cromo e alumínio em pó, num cadinho de argila refratária. Sobre esta se coloca, uma mistura de peróxido de sódio, ou de bário, e alumínio em pó; nesta última mistura introduz-se u8m pedaço de fio de magnésio, e, por cima, coloca-se uma camada de fluorita pulverizada. Introduz-seo cadinho em areia, e acende-se o fio de magnésio. Quando a chama atinge a mistura de peróxido, o alumínio oxida-se com violenta explosiva; o calor de combustão do alumínio, nesta mistura em ignição, inicia a reação entre o óxido crômico e o alumínio, e se propaga rapidamente por toda a massa. O cromo formado funde e cai no fundo do cadinho, e a alumina forma uma escória de coríndon artificial:2Al + Cr2O2 ⇒ 2Cr + Al2O2.

As condições para a obtenção dos revestimentos de cromo necessitam controle cuidadoso, embora os detalhes exatos variem um pouco nos diferentes processos. Os banhos usados contêm sempre cromo hexa e trivalente, p. ex., trióxido de cromo (250 gramas por litro) e sulfato de cromo (três gramas por litro), empregando-se ânodo de chumbo. Às vezes, adicionam-se pequenasquantidades de outros sulfatos, tais como o de cobalto, de níquel, de zinco ou de cádmio, pois estes aumentam a “condutividade” do banho; e, freqüentemente, opera-se à temperatura de 40º, uma vez que isto determina a formação de um depósito compacto, muito duro. Na cromagem dos objetos de ferro, é comum colocar-se uma camada de cobre ou de níquel antes da de cromo.



Jazidas

Principais reservasminerais no Brasil e no mundo

O Brasil, no ano de 2000 participou modestamente com apenas 0,1% das reservas mundiais de cromo (medidas mais indicadas), que somam 7,54 bilhões de toneladas de Cr2O3 contido, essencialmente concentradas na República da África do Sul (73,0%) e no Zimbábue (12,3 %).[2] Registradas junto ao DNPM, no mesmo ano, as reservas brasileiras de minério de cromo somam 25,5milhões de toneladas (medidas mais indicadas), equivalentes a 8,4 milhões de toneladas em óxido de cromo contido (teor médio de 33,1% de Cr2O3), distribuídas geograficamente entre os estados da Bahia (72,2%), Amapá (21,7%) e Minas Gerais (6,1%). Incluindo as reservas inferidas, as reservas oficiais de minério de cromo atingem 29,7 milhões de toneladas.

As principais minas do Estado da Bahia,...
tracking img