Cromatografia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3741 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
número

100

GRUPO

51

CROMATOGRAFIA

Mikhail S. Tswett:

Destaque

Um legado para a cromatografia moderna

J. M . F.

C

om origem no grego “chroma +
g raphein ”, a cromatografia ou
escrita da cor, é um método contemporâneo que ganhou relevo por volta de
1903, com o botânico Mikhail Semenovich Tswett, nascido em Asti (Itália)
a 14 de Maio de 1872, sendo a famíliaoriginária da Rússia. Após ter estudado
na Universidade de Genebra (Suíça),
mudou-se para S. Petersburgo (Rússia)
em 1896 onde começou a trabalhar
como assistente no laboratório de botânica da Academia de Ciências dos Imperadores Russos. Foi mais tarde considerado o pai da cromatografia moderna,
através dos vários trabalhos experimentais que efectuou, particularmente na
separação de extractos deplantas por
adsorção diferencial em colunas, tendo
verificado a nítida separação de diversos pigmentos corados. Desde então,
enormes avanços têm sido concretizados com elevado mérito por diversos
cientistas pioneiros no desenvolvimento
e aperfeiçoamento desta importante técnica de separação [1].
Com base na análise das quatro primeiras publicações científicas e de um livro
editado por M.Tswett [2,3] a descoberta
da cromatografia pode ser estabelecida
desde a ideia original até um método
experimental avançado. Tswett mencionou inicialmente que era possível
descobrir os rudimentos do seu método
de separação, através dos resultados
da investigação ocorrida entre 1899 e
1901, durante a preparação da sua tese
de mestrado efectuada no laboratório de
botânica da Academia deCiências dos
* O autor é Presidente do Grupo de Cromatografia da SPQ e Professor Auxiliar do Departamento
de Química e Bioquímica da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

NOGUEIRA*

Tendo-se comemorado recentemente o centenário da descoberta da cromatografia por Mikhail S. Tswett, parece pertinente
que a centésima edição do boletim da Sociedade Portuguesa de
Química faça menção aonascimento desta importante técnica
de separação. Neste contexto, a presente contribuição transcreve as mais importantes observações associadas à descoberta e ao desenvolvimento dos primórdios da cromatografia,
inicialmente publicadas por este notável cientista russo.

metodologia cromatográfica, foram os
seguintes:
• a natureza física da adsorção das clorofilas;
• a facilidade de conversão dospigmentos desde a solução até aos adsorventes e vice-versa, por vezes pela adição
de uma pequena quantidade de outros solventes;
• a possibilidade do uso de várias substâncias adsorventes na forma de pó;

Figura 1 Mikhail S. Tswett (adaptado de 2).

Imperadores Russos em S. Petersburgo.
Escreveu então: “O presente trabalho
come çou com algumas experi ências
que fiz à alguns anos atrássobre a insolubilidade da clorofila em éter de petróleo ou queroseno”.
Na sua extensiva tese apresentada na
Universidade de Kazan (Rússia) em Setembro de 1901 e intitulada “The physico-chemical structure of the chlorophyll particle: Experimental and critical
study” [4], os resultados mais significativos tendo em conta os rudimentos da

• a excelente possibilidade de detecção
corada para seguira conversão dos
pigmentos desde a solução aos adsorventes e vice-versa;
• a observação de zonas coradas com
pigmentos em papel de filtro, semelhantes às folhas das plantas;
• a intenção da pesquisa de um novo
método físico de separação.
Cada um destes factos e observações
foram bem descritos separadamente,
sendo reflectidos em conjunto e orientados na pesquisa de um novo método físico deseparação levando à descoberta
da cromatografia. Os resultados das
investigações inicialmente efectuadas
em S. Petersburgo e após mais de um

número

ano de trabalho experimental na Universidade de Varsóvia (Polónia), depois
de ter aceite o convite para professor de
botânica em 1901, foram apresentados
por Tswett numa conferência realizada
na secção de biologia da Sociedade de...
tracking img