Cromatografia em papel e ccd

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1767 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Resumo.

Na cromatografia em papel (CP), a fase estacionária é o papel colocado em um frasco. A fase móvel é o eluente que sobe pelo papel carregando as substâncias que compõem as misturas (no experimento, as substâncias que compõem as tintas das canetas “canetinhas”). As diferentes substâncias sobem com velocidades diferentes, porque interagem de forma diferente com o eluente e como papel. As substâncias que têm mais afinidade pelo eluente sobem mais rapidamente, enquanto as que têm grande afinidade com o papel são arrastadas mais lentamente pelo eluente.
Dessa forma ocorre a separação, sendo possível visualizar os diferentes componentes de cada tinta. A cromatografia em papel (CP) é uma técnica de separação líquido – liquido, estando um deles fixo a um suportesólido. Este método, embora menos eficiente que a cromatografia em camadas delgada (CCD), é muito útil para a separação de compostos polares.

2. Objetivo.

3.1. Estudar o componente de substância orgânica em termos da participação cromatográfica, estrutura química x fenômeno adsorção cromatográfica.

3.2. Realizar a separação dos pigmentos que compõem uma determinadacor.

3. Introdução.

Entre os métodos modernos de análise, a cromatografia ocupa um lugar de destaque devido a sua facilidade de efetuar a separação e quantificação das espécies químicas, por si mesma ou em conjunto com outras técnicas instrumentais de análise, como, por exemplo, a espectrofotometria ou a espectrometria de massa.
A cromatografia (em grego chroma significa“cor” e graphein significa “escrita” ), é um método físico-químico de separação dos componentes de uma mistura, realizada através da distribuição destes componentes entre duas fases, que estão em contato intimo. Uma das fases permanece estacionária enquanto que a outra se move através dela.
A cromatografia em camada delgada (CCD) consiste na separação dos componentes de uma mistura atravésda migração diferencial sobre uma camada delgada de absorvente retido sobre uma superfície plana. O processo de separação está fundamentado, principalmente no fenômeno de absorção.
O grande desenvolvimento desta técnica é consequência natural das múltiplas vantagens que ela oferece, tais como:
* Fácil separação e execução;
* Separações em breve espaço de tempo;
*Versatilidade;
* Grande reprodutibilidade;
* Baixo custo.
Na CCD uma fina camada de absorvente é espalhada sobre uma placa (em geral de vidro, mas outros materiais podem ser usados). Na extremidade desta placa recoberta pelo absorvente e seca, chamada cromatoplaca, a amostra é aplicada repelidas vezes com o auxilio de um capilar, obtendo-se pequenas manchas.
Os principaisfenômenos que governam a separação cromatográfica são adsorção e absorção (partição).

A adsorção ocorre com fase estacionária sólida, onde o grau de adsorção depende da quantidade e água presente na fase sólida (está será mais reativa quanto menos água estiver presente).
A absorção (partição) ocorre com fase estacionária líquida (que são imobilizadas sobre suportes sólidos). Oscomponentes da mistura adsorvem-se com as partículas de sólidos a devido interação de diversas forças intermoleculares.
O processo de absorção (interfacial) é governado pela participação e ocorre devido a diferença de solubilidade dos componentes na fase estacionária líquida.
Dependendo da natureza das suas fases envolvidas (estacionária e móvel) têm-se diversos tipos decromatografia:
* Sólido - líquido (CC, TLC);
* Líquido - líquido (HPLC, CP);
* Gás – líquido (CG).

4. Materiais utilizados.

4.1 Vidrarias e acessórios utilizados.

5.3.0. 2 cubas para eluição cromatográfica;
5.3.1. 5 placas de vidro (microscópio);
5.3.2. 1 bagueta;
5.3.3. capilares ou tubo de vidro para faze-los;
5.3.4....
tracking img