Criminologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (515 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Analisando os fatos podemos observar que a Política adotada na referida ação é “Tolerância Zero”. A Política de “tolerância zero” adotada vem do modelo utilizado e implantado na cidade de Nova Yorktornando-se um modelo e referência de dimensões mundiais. Essa política de oferece um rol de soluções para os problemas brasileiros, tendo como base uma criminologia mais conservadora, figurando-secomo uma nova forma de gerir o espaço urbano e as relações entre polícia e comunidade. Em vez da repressão pura e simples, a vigilância constante e a escolha de alvos preferenciais. No lugar deburocracias centralizadas, atribuição de responsabilidade aos distritos e aos policiais.

A política de segurança pública implementada pelo prefeito Rudolph Giuliani, tem como premissa preconceitos,discriminação racial, e apregoa a desigualdade social. No entanto, se faz mister questionar quais as razões do sucesso e da popularidade da política de tolerância zero entre os brasileiros. A razão podeser em relação ao desconhecimento das falhas dos “efeitos colaterais” dessa política, em face aos caos e ao clima de quase de desespero, quando se buscam soluções rápidas e remédios drásticos para osmales que afligem a sociedade brasileira.

A aparência de eficiência da tolerância zero nutre a esperança de que a tábua de salvação se encontra ao alcance da mão. A reprodução apressada do modelodo prefeito “durão” de Nova York encontra, assim, ambiente propício. O desconhecimento advém da busca de respostas imediatas ao “clamor” popular ou de uma vontade deliberada de utilizar politicamente,como arma eleitoral e populista, o discurso da cruzada sem piedade contra o crime.

A política adotada vem de encontro ao movimento de Lei e Ordem se deu em face do aumento da criminalidade urbanaa partir dos anos 80, quando os crimes contra o patrimônio e o tráfico de drogas, levou o Estado a intervir para realizar um controle em relação criminalidade. O Estado deixa de lado o seu papel...
tracking img