Crescimento microbiano

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1686 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução/ Revisão Literária

Através desse trabalho pretende-se demonstrar formas de esterilização, usando meios químicos e físicos, ou seja, a total eliminação da vida microbiológica nos materiais; como já foi definido por SILVA, Neusa P.1996; em um trecho no qual ela afirma que “esterilização é um processo de destruição, por meio de agentes químicos ou físicos, de todas as formas devidas presentes num material”.

Efeito da temperatura no crescimento microbiano é um dos agentes utilizados e nesse caso a temperatura é um dos principais fatores que influenciam o desenvolvimento microbiano. As reações químicas e enzimáticas na célula tornam-se mais rápidas à medida que há um aumento da temperatura, acelerando assim a sua taxa de crescimento. Porém temperaturas muitofrias ou muito quentes são capazes de reduzir esse crescimento e acima de determinada temperatura, pode-se inviabilizar a sobrevivência celular já que podem provocar a desnaturação de proteínas e ácidos nucléicos. Portanto, cada microrganismo apresenta uma faixa de temperatura onde se desenvolve plenamente.

A temperatura elevada afeta as células de microrganismos em modos diferentes:– O calor úmido causa desnaturação de proteínas (Setlow, 1995; Setlow and Setlow, 1998) e desorganização da membrana plasmática (Crisan, 1973), mas não causa mutações ou dano do DNA (Setlow and Setlow, 1998).

– O calor seco causa dano no DNA pela perda de bases causando depurinação (Setlow and Setlow, 1996; Nicholson et al., 2000), um efeito que leva a geração de mutantes (Northrop andSlepecky, 1967; Setlow and Setlow, 1995)."
Já uma outra forma de controle microbiano que também será mostrado neste trabalho, é usando pequenas quantidades de compostos químicos embebidos em pequenos discos de papel absorvente. Observando-se o desenvolvimento do micro organismo.

Para isso utilizou-se de agentes químicos que podem ser esterilizantes, ou desinfetantes;entretanto , ALTERTHUM; CARVALHAL, 2000; define da seguinte maneira : “ os desinfetantes reduzem a carga microbiana de tal forma que o material tratado deixa de representar um risco de disseminação de microrganismos e consequentemente de moléstias infecciosas no caso de patógeno”.

Em meio a tantos métodos de controle microbiano: físico e químico, vamos demostrar nossas experiências realizadase laboratório, e nossas compulsões baseadas na metodologia, para averiguação de qual a forma mais eficaz para o controle.




Objetivos

Objetivo Crescimento Microbiano

- Verificar o efeito do calor sobre o crescimento dos microrganismos E.colli e Bacillus Subtlis
Objetivo Papel Filtro:
- Verificar o efeito do papel filtro umedecido com um agente químicoespecifico.

















Metodologia Cientifica

Metodologia Controle Físico

Materiais Utilizados:




• 2 tubos(de 10 mL) de inóculo: 1 contendo 3 mL de E. coli e 1 contendo 3 mL de Bacillus subtilis, crescidos a 35-37°C/24 h;

• Agitador para tubos;

• Aquecedor magnético;

• Autoclave (panela);

• Bico de Bunsen;

•Fita indicadora de temperatura;

• 3 Placas de petri contendo ágar nutriente;

• 2 Becker de 100 mL, sendo uma para descarte e outro para esquentar a água;

• Pipeta automática de 0,1 ou 0,2 mL;

• 10 Ponteiras de 0,2 mL;

• Alça de Drigalski;

• Becker contendo álcool 70%;

• Prendedor de madeira para tubos;

• Grades pequenas para tubos;

• 3tiras de Parafilm para fechar as placas após semeadura;

Foi realizada em aula de laboratório a criação de três meios de cultura. Em duas das três placas foi dividido em quatro partes e a ultima em duas partes, sendo marcado em cada parte o tempo de exposição ao calor, como mostra a figura abaixo:
[pic] Procedimentos:
   
1º meio de cultura: Foi utilizado a chama do bico de Bunsem...
tracking img