Crack

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2082 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]






















































































SUMÁRIO

1 RESUMO 3

2 INTRODUÇÃO
3 DESENVOLVIMENTO
4 CONCLUSÃO
5 REFER^NC 7




fonte: http://www.antidrogas.pr.gov.br/modules/noticias/makepdf.php?storyid=870
resumo







O trabalho aborda a problemática do CRACK que extrapola o âmbito das grandes metrópoles alcançando as médias epequenas cidades, explana que o CRACK deve ser tratado como problema de saúde pública, e o Assistente Social possui um importante papel na promoção, prevenção, e assistência à saúde dos usuários de CRACK.



INTRODUÇÃO



Um problema de saúde pública, o crack tem atingido milhares de brasileiros, nas diversas regiões do país. De acordo com a Coordenadoria Estadual Anti-Drogas, eledifundiu-se no Brasil no ano de 1989, em São Paulo, quando crianças começaram a consumir esta potente mistura de cocaína com bicarbonato de sódio. Seus baixos preços facilitaram o uso no país.
O consumo desta droga pode ser explicado também através de raízes históricas, como por exemplo as modernas obras de urbanização no Rio de Janeiro no mandato do prefeito Pereira Passos (século XX), ao valorizaras áreas centrais, ocupadas sobretudo pela população de baixa renda e demolir prédios residenciais antigos. Assim, grande parte da camada empobrecida teve de mudar-se para subúrbios, pois as habitações populares que foram construídas não eram suficientes para comportar todos. Nesta época crescem o que se conhece por favelas, áreas de moradia extremamente deterioradas, com condições sociais,sanitárias e de acesso degradantes. O crescimento destas áreas contribuiu para uma maior marginalização dos cidadãos brasileiros e aprofundamento das diferenças sociais.
Coma a chegada da família real ao Brasil, em 1808, foram realizadas construções de residências europeias e as residências de pequenos funcionários, artesãos e comerciantes se localizavam no centro da cidade. Já a população carentese encontrava nas áreas ao norte e oeste. Tais ocorrências acirraram ainda mais as desigualdades entre classes. Essas diferenças ainda permanecem nas metrópoles Brasileiras, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e demais cidades.
São diversos os fatores que levam os indivíduos a tomar contato com o crack, como violência doméstica, distúrbios psíquicos, comportamentos criminais,curiosidade e tentativa de aliviar sofrimentos. A partir de estudos científicos, pode-se traçar um perfil destes consumidores: em geral pertencem às camadas mais carentes e possuem baixa escolaridade.
Devido também ao seu baixo preço, o crack expandiu seu crescimento territorial. "Duas coisas ajudaram essa disseminação pelo Brasil. Primeiramente, a natureza do produto, forte, barato e bem aceitoentre os mais pobres. Depois, a disseminação das rotas de cocaína para o Sul e o Centro-Oeste", explica Fernando Francischini, secretário Antidrogas de Curitiba. O poder de alastramento do crack é tão grande que ele já chegou aos municípios de pequeno e médio porte, além de alcançar trabalhadores rurais de plantações de cana-de-açúcar, e comunidades indígenas próximas dos centros urbanos de Dourados,no Mato Grosso do Sul.
Outros locais brasileiros também não estão imunes deste problema de saúde pública, como é o caso do Agreste e do Sertão, além de Quixadá, no Ceará e Picos, no Piauí. O crack sofreu grande crescimento no território brasileiro, como mostra o dado estatístico de José Luiz Ratton, coordenador do Núcleo de pesquisas em Criminalidade, Violência e Políticas Públicas deSegurança da Universidade Federal de Pernambuco: "Em 2004, 25% da droga consumida no Recife era crack. Em 2006, chegou a 50%". "É um tsunami e a principal preocupação atual nas comunidades. Favelas como Manguinhos e Jacarezinho tem cracolândias deprimentes", afirma Sílvia Ramos, do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania da Universidade Cândido Mendes. A localização central de Brasília possui...
tracking img