Corrida armamentista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (277 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]
Atividade Complementar -Oficina De Leitura
Direito - Nova Friburgo - Período 1
LUDMILA ROBERTO MORAES
18-05-2011


RESUMO ENTREVISTA

RichardRhodes, o maior estudioso da corrida armamentista no mundo, responde a Revista Isto é sobre a questão dos arsenais nucleares. O historiador é taxativo ao afirmar que ninguém no mundoestará seguro enquanto existirem esse tipo de armamento no planeta. Para Rhodes, a bomba atômica representava arma de guerra enquanto era propriedade de um único país, em função dessaexclusividade não ter sido mantida, países que a detém não tem garantida sua segurança, ao contrário, nenhum país que dispuser de um arsenal nuclear com base na ameaça estará seguro. Agrande ameaça nuclear sinalizada por Richard está no mercado negro das organizações terroristas. Rhodes defende a idéia de que armas nucleares atualmente caracterizam-se pela suainutilidade, isto porque, as potências detentores perceberão ou já perceberam que essas armas são perigosas para si mesmas, pois conduzem ameaças por outras potências.
Para o escritor,ainda é possível retornarmos a um mundo onde a discussão sobre armamento nuclear esteja zerado. Uma troca nuclear entre as potências detentoras teria um efeito devastador na históriahumana em termos de mortes e danos ambientais. Como bem ressalta o jornalista, os novos modelos climáticos mostram que uma guerra nuclear entre duas nações levaria a uma nova pequenaera glacial. Rhodes expõe, ainda positivamente, quanto a postura mediadora do Brasil junto ao Irã frente a questão nuclear, percebendo que a isenção do País nesta briga, permite acessopara elaborar um argumento ponderador junto ao Irã.
Entrevista com historiador, escritor,
jornalista e dramaturgo americano
Richard Rhodes
Revista Isto é, 30 de março de 2011
tracking img