Convite a filosofia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (303 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ONVITE A FILOSOFIA
Marilena Chaui

Resumo

UNIDADE 5

➢ Capítulo 1 - A preocupação com o conhecimento
➢ Capítulo 2 – A percepção
➢ Capítulo 3 – A memória

Grupo:Dyego, Viviane, Elaine, Mykerlles e Adalgisa.

UNIDADE 5 – O CONHECIMENTO

CAP 1 - A PREOCUPAÇÃO COM O CONHECIMENTO
O CONHECIMENTO E OS PRIMEIROS FILÓSOFOS

Quando estudamos onascimento da Filosofia na Grécia, vimos que os primeiros filósofos – os pré-socráticos – dedicavam-se a um conjunto de indagações principais: “Por que e como as coisas existem?”, “O que é mundo?”,“Qual a origem da natureza e quais as causas de sua transformação?”. Essas indagações colocavam no centro a pergunta: “O que são as coisas?”. Pouco a pouco essa pergunta passou a ser assimformulada: “O que é o ser?”
Assim, passou-se a perguntar qual era e o que era O Ser, tò ón, subjacente a todos os seres. Com isso, a filosofia nascente tornou-se ONTOLOGIA, isto é,conhecimento ou saber sobre o ser. A opinião de que os primeiros filósofos não se preocupavam com nossa capacidade e possibilidade de conhecimento não é exata. Basta levarmos em conta o fato deafirmarem que a realidade (o Ser, a natureza) é racional e que a podemos conhecer porque também somos racionais; nossa razão é parte da racionalidade do mundo, dela participando.

HERÁCLITO,PARMÊNIDES E DEMÓCRITO

Alguns exemplos indicam a existência da preocupação dos primeiros filósofos com o conhecimento e, aqui, tomaremos três: Heráclito de Éfeso, Parmênides de Eléia eDemócrito de Abdera.
Heráclito de Éfeso considerava a natureza (o mundo, a realidade) um “fluxo perpétuo”, o escoamento contínuo dos seres em mudança perpétua. A realidade, para Heráclito, é aharmonia dos contrários, que não cessam de se transformar uns nos outros. Parmênides de Eléia colocava-se na posição oposta à de Heráclito. Dizia que só podemos pensar sobre aquilo que...
tracking img