Contestado

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 47 (11617 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
GUERRA DO CONTESTADO

1-Fanáticos da Irmandade de São Sebastião

Prefácio
Possuímos amigo leitor, diversos historiadores dentro de nosso estado, outros
estados e até em muito outros países. Uns transformam os jagunços do contestado em
marginais, outros em infelizes miseráveis, e tantos outros, levam os acontecimentos às
suas regiões. Os historiadores não escrevem que, a “Guerra do Século”não é um fato
centralizado numa só cidade ou região.
Simplesmente, foi à rebeldia jagunça contra todo sentido de injustiça, detonado
pelo corrupto poder republicano, onde cada cidade, cada região, se manteve juntas,
unidas nos ideais e pensamento, umas transparentes e outras ocultamente.
Os jagunços do contestado diante desse imenso Brasil foram os únicos que
tiveram a coragem de assumir assuas contrariedades com a política na época. Os fatos
históricos eram para nos encher de orgulho, e envaidecer a alma, mas não meus amigos,
com certeza muitos sentem vergonha de seus antepassados.
O mundo republicano jogou-os há dezenas de anos à beira da marginalidade,
empurrando em nossa garganta abaixo a grande mentira do século. As cidades como,
Curitibanos, Irani, Palmas, Campos Novos,Lebom Régis, Canoinhas, Porto União,
Caçador, Joaçaba, Lages, Santa Cecília, Rio Negro, Mafra, União da Vitória, General
Carneiro e dezenas de outras cidades entre as divisas Rio Grande do Sul, Paraná e
Argentina, foram por décadas discriminadas pelo governo estadual e federal.

LUIZ ALVES

Página 1

GUERRA DO CONTESTADO

As cidades onde nasceu à revolta foram sempre vigiadas de pertopelo poder
federal, chegando ao ponto de serem ceifados os seus direitos políticos estaduais e
federais. O medo do poder republicano era constante e nos ordenaram, assim como gado
em direção a um matadouro, não sendo possível dar asas aos humildes rebeldes porque
tinham receio em querer voar... Com liberdade novamente.
A lição que os jagunços nos deixaram, com certeza foi que, não importa sevocê é um cordeiro diante de inúmeros leões, o sentido d e liberdade, verdade e justiça
esta acima até da própria morte, porque se você não lutar à frente de tudo isso, já estará
morto por dentro. Nunca deveremos sentir vergonha de nossos Jagunços, mas nos
orgulhar de seus feitos heróicos.
Logicamente os jagunços tiveram muitas falhas e erros, mas se comp arar as
inúmeras causas da “Guerrado Século” verá com toda certeza que, foram levados a uma
guerra impossível de vencer, ou que os levaria a seu completo genocídio. Existe uma
antiga filosofia que diz: “Os fins justificam os meios” ou “Não importa quantos
morrerão sem razão, o importante é razão em estar sempre com os vitoriosos” ou
também, “A razão do capitalismo selvagem e o poder neurótico, é sempre jogar na
mentira todosos que se opuserem em seu caminho ambicioso”.

Raízes da Guerra do Contestado
Foram inúmeras as causas que acenderam o estopim que levou a “G uerra do
Século, o famoso contexto do contestado. Após a queda da monarquia, o país estava
completamente falido e sem nenhum recurso financeiro, porque os Imperadores sempre
adotaram o regime Feudalista que enforcava mortalmente o panorama de igualdadesocial, levando os menos favorecidos a terem somente uma opção, trabalhar como
escravos com uma mínima bonificação mensal ao s protegidos do regime imperialista”.
A “lei do ventre livre” foi a primeira grande derrota dos senhores de engenho,
que tiraria de suas mãos o filete de ouro, a futura mão -de-obra produtiva. Em 1888 a
princesa Isabel legaliza a “lei Áurea”, abolindo todo e qualquerregime de escravidão. O
que levou os senhores de engenho ao completo desespero, e consecutivamente ao
princípio de sua falência econômica, privando -os dos luxos nos salões da corte imperial.
Pois, a partir daquele momento humanit ário histórico, teriam de pagar por seus serviços
braçais, não obrigá-los a trabalhar e nem colocá-los no tronco para serem açoitados.
E na calada da noite em 1889,...
tracking img