Contabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1225 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal de São Paulo

Trabalho de Custos
Nomes: Alice Calisti de Souza, Glaucia Stival,
Verônica Toledo, Su Yueh

Trabalho realizado para disciplina de Custos, lecionado pela professora Edilene.

Osasco
2013

CUSTOS

Quando se fala em gastos de uma determinada empresa o termo se confunde com custos, despesas ou desembolsos na mente das pessoas. Segundo Martins (2000, p. 25),gasto significa “sacrifício financeiro com que a entidade arca para a obtenção de um produto ou serviço qualquer, [...] representado por entrega ou promessa de entrega de ativos (normalmente dinheiro)”. Já em relação aos custos pode-se dizer que são gastos relativos à produção de bens e serviços da entidade, como exemplo claro pode-se citar o custo da matéria-prima ou de energiaelétrica para produção. Diferentemente, as espesas podem ser classificadas como gastos realizados direta ou indiretamente para a obtenção de receitas. Os custos podem ser divididos em diretos e indiretos. Os custos diretos são aqueles apropriados diretamente ao produto, que possuem alguma medida de consumo, por exemplo: matéria-prima, embalagens, mão de obra utilizada na produção, entreoutros. Já os custos indiretos não possuem medida objetiva e só podem ser alocados aos produtos por meio de rateios estimados e até arbitrários, tais como: aluguel, salários administrativos etc. Uma segunda classificação bastante utilizada e importante é em relação à variação do volume de produção, levando os custos a serem divididos em va
riáveis e fixos. Os primeiros referem-se aoscustos como matérias-primas, materiais diretos, entre outros, os quais se alteram de acordo com o volume de produção. Em contrapartida, os últimos podem ser exemplificados pelo aluguel da fábrica, depreciação dos equipamentos, ou seja, custos que terão determinado valor independentemente da variação da produção naquele período.

CUSTEIO VARIÁVEL

O Custeio Variável surgiu como umamaneira alternativa de custeio, que põe em questionamento a necessidade de alocação dos custos fixos aos produtos. Os principais problemas ligados à distribuição dos custos fixos aos produtos são: os custos fixos existem independentemente do volume da produção, ou seja, são gastos que a empresa precisa ter para possuir condições de rodução, independente da fabricação ou não destaou daquela unidade; o critério de distribuição desses custos é quase sempre o rateio, o qual ocasiona grande grau de arbitrariedade; o custo indireto dos produtos será sempre reduzido quando houver aumento da produção de qualquer um dos produtos fabricados, fazendo com que o custo de um produto não varie somente de acordo com o volume de sua produção, mas da produção de outros bens.Portanto, no Custeio Variável só são alocados aos produtos os custos variáveis, deixando de lado os fixos que serão computados diretamente na apuração do Resultado. A diferença entre as Vendas do período e o Custo Variável dos Produtos Vendidos é chamada de Margem de Contribuição (MC), e dela são deduzidos os Custos Fixos para chegar-se ao Resultado. Os custos indiretos, principalmenteos fixos, são os responsáveis pelas distorções na análise do lucro por produto dependendo da escolha do critério de rateio. Em vista disso, os produtos passam a ser analisados pela sua margem de contribuição, já que os custos indiretos fixos existirão independente da fabricação deste ou daquele produto. A partir daí, será mais vantajoso o produto que gerar maior margem decontribuição por unidade. Sob essa ótica, muitos negócios que poderiam parecer desvantajosos se analisados de acordo com o custo total por produto passam a ser interessantes por aumentarem a margem de contribuição da empresa e conseqüentemente seu lucro. De acordo com Martins (2000, p. 203), a MC torna mais facilmente visível a potencialidade de cada produto e sua capacidade para amortizar os...
tracking img