Contabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4783 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
TEORIA MICROECONÔMICA.
1- A DEMANDA - Representa a quantidade de um bem que um indivíduo ou um mercado pretende adquirir durante certo período de tempo, aos diversos níveis de preços, “ceteris paribus“.

1- A CURVA DA DEMANDA: mostra a relação existente entre a quantidade demandada pelos consumidores e os diversos níveis de preço de um produto. Possui inclinação negativa indicando que apreços menores a quantidade demandada aumenta.








1.2- CONFIGURAÇÃO DA CURVA DE DEMANDA.

1.3- LEI DA DEMANDA: A quantidade procurada aumenta à medida que o preço é reduzido.

EXCEÇÃO:
BEM DE GUIFFEM: A quantidade procurada aumenta à medida que o preço sobe.



1.4- DESLOCAMENTOS NA CURVA E DA CURVA DE DEMANDA:

1. Deslocamentos na curva – Fator de mudança: O preço do própriobem.
O consumidor aumenta a quantidade procurada do bem de 2 para 4 unidades à medida que o preço do produto é reduzido de R$4,00 para R$ 2,00. Verifica-se que o movimento ocorre ao longo da curva de demanda do ponto A para o ponto B. O único fator que promoveu a mudança foi o preço do próprio bem.


2. Deslocamentos da curva de demanda – Fatores de mudança: Renda, preço dos outros bens epreferência do consumidor.
O consumidor aumenta a quantidade procurada de 2 para 4 unidades do produto, embora o preço do mesmo permaneça igual a R$4,00. Ex. Um indivíduo que tenha uma elevação na sua renda de R$ 1.000,00 para R$ 3.000,00 pode elevar sua procura por livros independentemente dos preços dos mesmos. A modificação na procura pode ocorrer de três modos:


A) RENDA DO CONSUMIDORA. 1 – BEM NORMAL: O crescimento da renda de R$ 2, para R$ 6, elevou a quantidade procurada do bem de 1 para 3 unidades. Classifica-se como bem NORMAL todo produto cujas quantidades variam no mesmo sentido da renda.


A. 2 – BEM INFERIOR. O crescimento da renda de R$ 2 para R$ 4, implicou a redução na procura pelo bem de 4 para 2 unidades. Verifica-se que as quantidades procuradas variam nosentido inverso da movimentação da renda. Ex. Um indivíduo consome carne de segunda. À medida que a sua renda aumenta é normal que ele reduza a quantidade adquirida desse produto e passe a comprar carne de primeira.


A. 3 – BEM ESSENCIAL: O crescimento no nível de renda do indivíduo não altera a sua quantidade consumida. Ex. a renda foi modificada de R$ 2.000,00 para R$ 4.000,00 porém a suaquantidade consumida permanece em uma unidade. Ninguém aumenta o seu consumo de sal em função do crescimento da sua renda, exceto o mendigo.




B) PREÇO DOS OUTROS BENS. Quando dois produtos possuem alguma relação entre si, à medida que o preço de um deles varia produz alteração na quantidade consumida do outro. Esses bens podem ser classificados em:

B.1 BENS COMPLEMENTARES: O consumo de umdeles implica o consumo do outro. Ex. automóveis e combustíveis. Assim, a redução no preço dos automóveis permitiria o aumento no consumo de combustíveis ou vice versa.


B.2 BENS SUBSTITUTOS. São os que podem ser substituídos uns pelos outros. Como exemplo temos a manteiga e a margarina. Quando o preço da manteiga sobe, os consumidores a substituem por margarina, a qual ficou relativamentemais barata. O gráfico mostra que para o preço da manteiga de R$ 1,00 por unidade, o consumidor adquire 1.000 unidades de margarina. Quando o preço da manteiga sobe para R$ 3,00 a procura por margarina aumenta para 3.000 unidades.


C) PREFERÊNCIA DO CONSUMIDOR;
Pode ser modificada através da propaganda. O indivíduo passa a adquirir determinado produto pela motivação recebida. Assim, existeaumento na quantidade procurada de um produto ainda que seu preço seja mantido constante.































1.5- DETERMINAÇÃO DA FUNÇÃO DE DEMANDA INDIVIDUAL:
ATRAVÉS DE DOIS PONTOS:
PREÇO = 80 70 P = a.X + B, onde P é o preço e X a quantidade
QUANTIDADE = 10 20 a = [pic] = [pic] = -1
80 = -1.(10) + B -- B = 90....
tracking img