Contabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1129 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]










INTRODUÇÃO A CONTABILIDADE



FABIAN ROGERIO CABRAL JUNIOR
RA:1001101705






















Curitiba
2012















(TRABALHO ) INTRODUÇÃO A CONTABILIDADE:




Demonstração de fluxo de caixa:
Conceito, finalidade, métodos de elaboração

Demonstração de valor adicionado:
Conceito, finalidade, método deelaboração

















Curitiba
Junho-2012




SUMÁRIO


1. INTRODUÇÃO (Demonstração de fluxo de caixa)...


2. CONCEITO E FINALIDADE...


3. QUEM É OBRIGADO A FAZER


4. METODO DE AVALIAÇÃO (DIRETO)


4.1 METODO DE AVALIAÇÃO (INDIRETO)


5. CONCEITO, FINALIDADE (DVA)


6. QUE EMPRESAS DEVEM APRESENTAR A (DVA)


7. ELABORAÇÃO(DVA)







































1. INTRODUÇÃO

O fluxo de caixa  é um instrumento que possibilita o planejamento e o controle dos recursos financeiros de uma empresa. Gerencialmente, é indispensável em todo o processo de tomada de decisões financeiras.
Contextos econômicos modernos de concorrência de mercado exigem das empresas maioreficiência na gestão financeira de seus recursos, não cabendo indecisões sobre o que fazer com eles. Sabidamente, uma boa gestão dos recursos financeiros reduz substancialmente a necessidade de capital de giro, promovendo maiores lucros pela redução principalmente das despesas financeiras e é essa a finalidade do fluxo de caixa.
Em verdade, a atividade financeira de uma empresa requer acompanhamentopermanente de seus resultados, de maneira a avaliar seu desempenho, bem como proceder aos ajustes e correções necessários. O objetivo básico da função financeira é prover a empresa de recursos de caixa suficientes de modo a respeitar os vários compromissos assumidos e promover a maximização de seus lucros

2. CONCEITO E FINALIDADE

“O fluxo de caixa é um instrumento que relaciona os ingressos esaídas (desembolsos) de recursos monetários no âmbito de uma empresa em determinado intervalo de tempo”. 
O Fluxo de Caixa é indispensável para uma sinalização dos rumos financeiros dos negócios. Através de sua elaboração é possível prognosticar eventuais excedentes ou escassez de caixa, determinando-se medidas saneadoras a serem tomadas. Para se manterem em operação, as empresas devem liquidarcorretamente seus vários compromissos, devendo como condição básica


Apresentar o respectivo saldo em seu caixa nos momentos dos vencimentos. A insuficiência de caixa pode determinar cortes nos Créditos, suspensão de entregas de materiais e mercadorias, e ser causa de uma séria descontinuidade em suas operações.
A manutenção de saldos de caixa propicia folga financeira imediata à empresa, revelandomelhor capacidade de pagamento de suas obrigações. Neste posicionamento, a administração não deve manter suas reservas de caixa em novéis elevados como forma de maximizar a liquidez. Ao contrário, deve buscar um volume mais adequado de caixa sob pena de incorrer em custos de oportunidades crescentes. É indispensável que a empresa avalie criteriosamente o seu ciclo operacional de maneira asincronizar as características de sua atividade com o desempenho do caixa.
Os fluxos de caixa costumam apresentar-se sob diferentes formas: restritos, operacionais e residuais, podendo ainda relacionar o conjunto das atividades financeiras da empresa dentro de um sentido amplo, decorrente das operações



3. QUEM É OBRIGADO A FAZER
A Demonstração do Fluxo de Caixa (DFC) passou a ser um relatórioobrigatório pela contabilidade para todas as sociedades de capital aberto ou com patrimônio líquido superior a R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais). A Demonstração do Valor Adicionado obrigatoriamente deverá ser apresentada pelas sociedades anônimas de capital aberto, sendo facultada sua elaboração e apresentação para as demais entidades.
4. METODO DE AVALIAÇÃO (DIRETO)
No método direto, a...
tracking img