Contabilidade gerencial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5362 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A contabilidade gerencial e a teoria das
restrições
Autor: Maria Elisabeth Pereira Kraemer
Contabilidad

09-2005

Resumo
A idéia fundamental na Teoria das Restrições (TOC), é que todo sistema tangível, como
por exemplo, um empreendimento com fins lucrativos, deve ter pelo menos uma restrição.
A restrição é um fator que impede o sistema de conseguir mais do que almeja.
O gerenteinteressado em obter mais lucros deve então gerenciar melhor as restrições.
Não há escolha: ou o indivíduo controla as restrições ou elas o controlam. As restrições
irão determinar a “saída” (ganho) do sistema, quer sejam reconhecidas e controladas ou
não.
Pode ser vista, a maioria dos negócios como uma seqüência de processos
interdependentes na cadeia que transforma as entradas (inventários) emproduções
vendáveis (ganho). Na TOC, uma analogia é freqüentemente extraída entre um sistema
desse tipo e uma corrente. Deve ser identificado o elo mais fraco e depois concentrar
esforços em fortalecer esse único elo, onde o primeiro passo é identificar o elo mais fraco
que é a restrição, segundo, não tentar sobrecarregar excessivamente o sistema, o terceiro,
concentrar os esforços deaprimoramento no elo mais fraco e por último, o quarto, se os
esforços de aprimoramento forem bem sucedidos, o elo mais fraco irá finalmente melhorar
até o ponto em que não seja mais o elo mais fraco.

1 - Introdução
A Teoria das Restrições Eliyahu M. Goldratt e Jeff Cox, foi introduzida em 1984 no livro “A
Meta”, onde expuseram uma teoria de gerenciamento sob o disfarce de uma novela a
respeito deum gerente de fábrica. Esta fábrica estava com grandes problemas e em
perigo iminente de ser fechada pela direção. A fábrica foi salva por deixar de lado práticas

gerenciais tradicionais apreciadas, que estavam criando terríveis dificuldades.
O sistema tradicional de contabilidade de custos e relatórios de variação da empresa foi
responsável por muitos dos problemas que a fábrica estavasofrendo. Em vez de
concentrar os esforços sobre atividades que iriam aumentar os lucros, o sistema
tradicional de contabilidade enfoca principalmente em esforços contraproducentes para
reduzir os custos unitários de produção. Se melhoramentos reais tivessem sido feitos nas
operações, o sistema de contabilidade gerencial quase invariavelmente teria enviado
sinais inadequados na forma de variaçõesde custo desfavoráveis.

2 - A crise na Contabilidade de Custos tradicionais
Com todas as mudanças acontecendo, podemos perguntar: o que ocorre na Contabilidade
de Custos e na Contabilidade Gerencial? São válidas suas teorias? Até mesmo na década
de oitenta, tal como indica Kaplan apud Prada (1995; p.93), a contabilidade gerencial
surgida nos anos cinqüenta utilizava disciplinas comoprobabilidade, estatística, etc. para
cumprir seus dois objetivos básicos: calcular o custo do produto e elaborar informação útil
para a tomada de decisões de planejamento e controle.
A função de produção assumida nesses modelos tradicionais se fundamentava nos
supostos de produção em massa de um produto maduro com características conhecidas,
tecnologia estável e modelos de otimização passivos ondea estrutura de custos fixos e a
incerteza se suponham variáveis exógenas ao modelo.
Porém para os fabricantes dos anos oitenta esses modelos teóricos já não respondem a
uma nova situação. Empresas japonesas aplicam modelos que ao invés de otimizar a
respeito de um conjunto dado de parâmetros, otimizam entre si mesmos obtendo desta
forma acentuadas vantagens competitivas. Por exemplo, em vezde calcular a política de
inventários que minimiza os custos com alguns parâmetros dados, como o tempo de ajuste
de uma nova produção ou a incerteza de fornecer materiais, o novo enfoque japonês trata
de eliminar os motivos para manter inventários, reduzindo os tempos de ajuste e
diminuindo a incerteza da demanda.
Para Horngren apud Prada (1995p; 94), as tecnologias avançadas de fabricação...
tracking img