Contabilidade de custos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1111 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

O trabalho aborda as definições de todo o processo de custeio dos produtos suas unidades equivalentes, a formação do preço de venda a incidência de impostos suas analises, e importância de um sistema de informações integrado.


















DESENVOLVIMENTO

Sistemas de acumulação de custos:


Enquadra-se no ambienteno qual operam os sistemas e as modalidades de custeio. Sendo assim, antes de decidir quanto ao sistema custeio a a empresa deverá optar ou encontrar o seu sistema de acumulação de custos, orientando-se, estritamente, pelo sistema produtivo da empresa.
Hoje há dois sistemas de produção, o sistema de produção contínua e o sistema de produção por encomenda.
SISTEMA DEPRODUÇÃO POR ENCOMENDA: caracteriza-se pela fabricação descontínua de produtos não padronizados;
SISTEMA DE PRODUÇÃO CONTÍNUA: caracteriza-se pela fabricação em série de produtos padronizados.
Encorporado aos dois sistemas de produção existem dois sistemas de acumulação de custos, que são os sistemas de acumulação por ordem ou encomenda e o sistema de acumulação porprocesso.
Utilizará o sistema de acumulação de custos por ordem ou encomenda a empresa que tiver um sistema produtivo descontínuo, que produz bens ou serviços não padronizados e ou trabalhando sob encomenda específica dos seus clientes.
Ficando para a empresa que trabalha com bens e ou serviços padronizados sobrará optar, na verdade deverá optar pelo sistema deacumulação de custos por processo.


Custeio Variável:


Custeio variável ou direto tem na sua concepção para custeamento dos produtos da empresa, apenas gastos variáveis. Sendo assim, elimina-se a necessidade de rateios e, conseqüentemente, as distorções deles decorrentes.
Mas no entanto a falha deste sistema, é que não é aceito perante a legislação do Imposto deRenda. Portanto, a empresa que optar por este sistema, deverá fazê-lo mediante controles e relatórios distintos, em complemento à informação contábil.
Custeio por Absorção:


Em oposição à modalidade de custeio por absorção, o custeio variável ou direto toma em consideração, para custeamento dos produtos da empresa, apenas os gastos variáveis. Com isso, elimina-se anecessidade de rateios e, conseqüentemente, as distorções deles decorrentes.
Assim, essa modalidade de custeio apresenta, sobre a modalidade anterior, significativas vantagens no que respeita à apuração dos resultados financeiros gerados pelos diferentes produtos da empresa e às decisões gerencias.
Entretanto, a grande falha deste sistema, é que não é aceito, perante alegislação do Imposto de Renda. Portanto, a empresa que desejar adotá-lo, deverá fazê-lo mediante controles e relatórios distintos, em complemento à informação contábil.


Custos Diretos e Indiretos:


Custo direto é aquele que pode ser facilmente identificado e está diretamente está ligado diretamente a cada tipo de bem ou função de custo. É aquele que pode seridentificado direto a um produto, linha de produto, ou departamento. Esta diretamente incluído no calculo do produto.
Exemplos de custos diretos: Matérias-prima usada na fabricação do produto, Mão-de-obra direta, serviços tercerizados e aplicados diretamente nos produtos ou serviços.


Custos Variáveis e Fixos:

Custo fixo é aquele que não sofrerá nenhuma alteraçãode valor em caso de diminuição e ou aumento na produção. Não dependem, do nível de atividade, conhecidos também como custo de estrutura.
Custos variáveis ao contrario do custo fixo varia de acordo com a produção.






Unidades de Equivalência de Produção:


Considera-se equivalentes de produção, toda transformação de unidades em processamento...
tracking img