Congresso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 297 (74214 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Teologia




DEPARTAMENTO ACADÊMICO

APOSTILA (21): EPISTOLAS PAULINAS



INTRODUÇÃO

Nesta apostila estaremos estudando a Epístola de Paulo aos Romanos, um estudo chamado indutivo, em que se faz uma comparação
sistemática com toda a Bíblia, portanto, podemos chamar a esta forma de estudo de: Teologia Bíblica Comparativa. Não estudaremos
as demais epistolas de Paulo, em razão doespaço e do tempo limitados, e também pelo fato de que temos no mercado excelentes
livros sobre o tema em epígrafe.

Para destaque maior, nos colocamos os textos bíblicos em negrito.

Em relação ao conteúdo você comprovará que se segue uma linha argumentativa, não necessariamente doutrinária, pois não é função
da teologia estabelecer doutrinas, por essa razão você tem plena autoridade paradiscordar da linha argumentativa, ou concordar com
ela. Deixamos a liberdade para a pesquisa sobre temas dentro da Epístola, tais como: Quem é o Israel de Deus nos capítulos 10 e 11. A
questão da eleição e do livre arbítrio. Sobre a herança dos salvos. Sobre a questão da liberdade cristã e os direitos do crente fraco na
fé. Sobre a questão da obediência às autoridades. Sobre a participaçãopolítica dos crentes, etc., etc...


ROMA – "A CIDADE ETERNA".


INFORMAÇÕES HISTÓRICAS E GEOGRÁFICAS.

Localização – Roma está localizada no continente europeu, na região central da península Apenina ou Itálica, que hoje corresponde ao
território italiano. Nos primórdios da história romana, não existia um país chamado Itália. A península era ocupada por várias cidades-
estado independentes.Fundação – A cidade foi fundada em 735 a.C. às margens do rio Tibre, sobre 7 colinas. Sua origem está envolta em lendas. A principal
está relacionada às figuras dos irmãos Rômulo e Remo, os quais teriam sido amamentados por uma loba. Outra versão nos informa que
naquela região foi montado um posto militar dos povos do norte com o objetivo de resistir às invasões dos povos do sul,
principalmentedos etruscos. Esse posto teria dado origem à cidade de Roma.

Formação da população – os povos latinos, sabinos, e até mesmo os etruscos participaram da formação inicial da população romana.
Posteriormente, outras etnias se introduziram no processo.

Organização social – A população romana, já nos seus primeiros séculos, dividiu-se em classes: patrícios, plebeus, clientes e escravos.Patrícios eram os nativos da cidade, os quais estavam ligados às famílias tradicionais (gens). Eram os donos da terra, possuíam
cidadania e status de nobreza. Tais famílias se organizavam em "cúrias" que, por sua vez, formavam as tribos. Daí vinham os membros
do senado e o rei.
Os plebeus constituíam a classe popular, a plebe. Eram aqueles indivíduos sem raízes hereditárias entre as famíliasimportantes.
Normalmente eram imigrantes e não possuíam nenhum direito à terra. Contudo, exerciam alguma atividade que lhes garantia uma
renda. Portanto, pagavam impostos. Os clientes eram aqueles indivíduos que ocupavam um pedaço de terra de um patrício e, em
troca, devia-lhe determinado pagamento. Os escravos eram aqueles que, por motivo de dívida ou de guerra, se tornavam propriedade
dos patrícios.De uma mistura de lenda e história vem a tradição de que Roma teve 7 reis. A monarquia acabou quando os próprios
patrícios se ressentiram da tirania do poder real. Inicia-se então a república romana.

Com o passar dos séculos, a plebe cresceu demasiadamente. Muitos plebeus se tornavam escravos por não poderem quitar seus
compromissos financeiros. Desse modo, a classe dos escravos tambémcrescia. Os menos favorecidos eram então a maioria da
população. Nesse tempo, os patrícios controlavam o Estado, tomando todas as decisões como bem lhes parecia. Muitos indivíduos da
plebe prosperaram por suas atividades comerciais ou por sua participação no exército. Muitas atividades indispensáveis eram
desempenhadas por essa classe sem, contudo, terem direito à cidadania. Explode então a luta...
tracking img