Conecimentos da tricologia no trabalho do profissional cabeleireiro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2018 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
PRINCIPAIS AFECÇÕES DOS CABELOS

As principais situações que afetam a saúde dos cabelos, tanto na haste como no folículo estão sempre associadas a fatores genéticos, hormonais, higiênicos e alimentação. É importante que o cabeleireiro saiba identificar essas situações, porque algumas delas impedem a execução de certos tratamentos químicos ou cosméticos. O cabeleireiro também pode orientar ocliente a ir ao dermatologista, que é o profissional capacitado para confirmar e tratar o problema.

* Defeito na fibra
As dermatoses foliculares e hipertricoses são alterações morfológicas ou estruturais dos pelos que podem ser hereditárias, congênitas ou adquiridas. Na maioria das vezes seu tratamento é difícil. Segue abaixo os principais defeitos da fibra capilar e suascaracterísticas/sintomas mais notáveis.

* Triconodose – caracterizado pela torção dos cabelos que formam nos como conseqüência de procedimento cosméticos ou atrito. É mais comum em cabelos curtos e crespos.
* Tricoptilose – também é um quadro comum em que os cabelos se apresentam frágeis e bifurcados, resultado do desgastes da cutícula. Popularmente conhecido como pontas duplas.
* Tricoclasia– é fratura transversal comum da haste do pelo parcialmente imobilizada pela cutícula intacta A cutícula o córtex e o conteúdo de enxofre são anormais.
* Moniletrix – é uma situação rara e hereditária na qual a haste do cabelo apresenta-se com um aspecto de contas.
* Tricorrexe nodosa – trata-se de uma resposta do cabelos a um trauma sol, mar, pente, xampu, escovas, etc. Écaracterizado por pontos espessados ou enfraquecidos (nodos), que faz com que os fios se separem com facilidade. Pode ser proximal, distal ou focal.
* Pili torti – a haste do cabelo se retorsse sobre o próximo eixo. É uma afecção congênita, caracterizada por deixar os cabelos secos e quebradiços sobre tudo próximo ao couro cabeludo.
* Hipertricose – caracterizada pelo crescimentodesproporcional de pelos em qualquer parte do corpo, podendo ser congênita ou adquirida, difusa ou localizada. O quadro varia conforme a etnia e a influencia genética. Os africanos e os asiáticos tem menos pilosidade que os caucasianos. Para um diagnostico mais preciso é impressidivel a orientação de um dermatologista.

* Queda de cabelo
Se algum fator causar redução do período anágeno, o cabelopoderá se tornar mais fino, substituindo o cabelo que era terminal por vellus. Da mesma forma quando se prolonga a fase tológena, a quantidade de folículo nesta fase aumentara, resultando em uma elevação considerável de queda capilar sem a sua reposição imediata – como seria em situações normais.
A perda de cabelos, ou alopecia, é conseqüência de alteração nos folículos pilosos, e é consideradacomo um fenômeno natural que acompanha o processo de envelhecimento, sobre tudo em homens, quando ocorre a substituição dos pelos terminais por pelo do tipo vellus. Algumas razões possíveis para essa transição estão citadas a baixo.

* Diminuição das células funcionais da matriz germinativa capilar.
* Diminuição do fluxo sanguíneo que carregam os nutrientes para os folículos.
* Aumentoda sensibilidade ao hormônio androgênios.
* Super ativação das glândulas sebáceas, que deterioram o ambiente do couro cabeludo e folículo piloso.
* Desequilíbrio alimentar, que resultam na falta de nutrientes para o folículo.
* Fatores ligados a hereditariedade e stress extremo.
* Doenças que afetam a tireóide e gravidez.

PRINCIPAIS TIPOS DE ALOPECIAS E SUAS CAUSAS

*Caspa
A caspa é uma anomalia do couro cabeludo caracterizado pela descamação excessiva do estrato córneo, cujo agente causador é a levedura lipofílica Malassezia FurFur ou globosa ( antigamente conhecida como Pityrospolum ovale). A caspa quando aparece no couro cabeludo, no cabelo, no corpo, na roupa etc. É considerado um sinal de falta de higiene. Afeta igualmente homens e mulheres, mas é mais...
tracking img