Con avan

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5088 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
sistema respiratorio trabalho universidade do estado de Pernambuco






DAYANE












Sistema Respiratório


Sua principal função é suprimir o organismo de O2 além de remover o gás carbônico, tendo os pulmões como órgãos encarregados por isso. Essa troca de gases ocorre por difusão do meio externo para o intracelular de forma lentamente. Essesistema tem outras funções, tais como: equilíbrio térmico (o aumento da ventilação= perda de calor e água=resfria o corpo); manutenção do pH; filtração dos êmbolos (através da circulação pulmonar); defesa de agente agressores e fonação.
Na anatomia o sistema respiratório é dividido em duas partes, via aéreas superior(VAS) e via aérea inferior(VAI). Já fisiologicamente é dividido em três, as quaisé chamadas de zonas. Zona de transporte corresponde a VAS e toda a árvore traqueobrônquica até os bronquíolos terminais(troca gasosa insignificante), nessa zona o ar é aquecido, umidificado e filtrado. Zona de transição dos bronquíolos respiratórios até o último ramo dos bronquíolos(cel. Não são ciliadas). Zona respiratória corresponde aos ductos e sacos alveolares e alvéolos(esse tem três tiposde células: pneumócito tipo I, mais frequente e não se regenera; pneumócito tipo II, armazena e secreta surfactante e se regenera; macrófagos alveolares).
A inervação do sistema respiratório é basicamente autônoma, apenas a pleura é sensitiva dolorosa. A atividade parassimpática é responsável pelo tônus broncomotor (mais importante central), a simpática é mais difusa e generalizada, anão-adrenérgica não-colinérgica(NANC) inibitória é responsável pelo relaxamento dos músculos lisos das vias aéreas, e a NANC excitatória acarreta a broncoconstricção.
A respiração, renovação do gás aveolar, acontece em decorrência do movimento do tórax. Na inspiração a cavidade torácica aumenta, o volume aumenta e a capacidade pulmonar aumenta, logo a pressão diminui(pressão negativa) e o ar ésugado para os pulmões. Na expiração o volume pulmonar diminui e expulsa o gás. A inspiração é ativa, há contração muscular, e a expiração é passiva é o repouso.
A contração, depende de impulsos nervosos do centro respiratório (tronco cerebral), o automatismo mantém o ritmo normal, porém, pode ser modificado por alterações químicos, estímulos de outro local do sistema nervoso. Até certo pontopode ser controlada, apesar de automática(inconsciente).
Os músculos utilizados nessa movimentação são os esqueléticos estriados( maior resistência a fadiga). O mais importante da inspiração é o diafragma(separa cavidade abdominal da torácica), este é inervado pelos nervos frênicos C3, C4 e C5. Quando o diafragma se contrai o conteúdo abdominal é forçado para baixo e frente, já se ele forparalisado o movimento é paradoxal pela queda da pressão( o movimento é para cima). Com relação aos músculos intercostais(paraesternal e intercostal externo, ambos inspiratório e intraósseo interno, expiratório) a ação é controversa. No paraesternal acontece o levantamento do gradil costal, quando a paralisia desse músculo, a inspiração acontece com a expansão abdominal. Músculos escalenos, ativosna ispiração e levanta o esterno , a 1ª e 2ª costelas.
Outros músculos acessórios: esternocleidomastóideo( principal acessório da inspiração, quando eleva o esterno expando todo o gradil costal e funciona mesmo com lesão cervical alta); os músculos do pescoço, os que mantém a postura e os abdominais (o reto abdominal, oblíquo externo e interno e transverso abdominal são os maisimportantes da expiração(na contração movimenta o gradil costal para baixo e dentro). O peitoral maior e transvers dp tórax també atuam na expiração, quando contraem desloca o manúbrio e a costelas superiores para baixo.






Conceitos importantes
Ventilação: entrada e saíde de gás do pulmão
Volume corrente(Vc): quantia de gás mobilizada (que passou de forma espontânea) em um...
tracking img