Como fazer um artigo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1846 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
6. O texto escrito
Quando uma organização promove um congresso ou faz publicar uma revista, ela acolhe e apoia o autor, inclusive seu estilo. Por esse motivo, as preocupações com o estilo são mais que justificadas. Aspectos técnicos, de estilo e de correção gramatical são julgados por um comitê de especialistas. A seguir serão abordadas algumas facetas dos elementos que compõem o tom, o estiloe a correção de um texto.

6.1 Assunto
Se você procurou um veículo técnico ou científico para expor os resultados de suas reflexões ou pesquisas, deve, obrigatoriamente, tratar da técnica ou ciência. Por esse motivo seu artigo não deve ser propaganda de produto ou método, não deve ter estilo panfletário e nem ser declaração de convicção técnica, política ou ideológica. Deve sim tratar defatos, sejam eles científicos, técnicos ou mesmo políticos. Há casos em que aceitam-se artigos em que uma posição metodológica ou mesmo política é apresentada: quando o problema abordado é de relevância inquestionável e o autor é reconhecido como autoridade sobre o assunto. Via de regra, além de trazer sua posição frente ao problema, esse autor vale-se também em precedentes históricos, políticos oumetodológicos.

6.2. Estilo e linguagem
A rigor, o estilo é uma característica pessoal. Entretanto o estilo técnico, em contraposição ao literário, impõe regras rígidas, e por isso é mais fácil de caracterizar. O texto deve ser claro, exato, sóbrio e na medida do possível, impessoal. Além disso seria aconselhável que a escrita fosse agradável e elegante, de modo que o leitor não se sintaentediado. Não são usadas palavras que não estejam no dicionário e nem figuras de linguagem. Ingredientes para um estilo agradável e correto são: objetividade, simplicidade, honestidade e coerência. O tom geral do trabalho deve ser compatível com o assunto. Isso implica que outros tons, que não o técnico, são inadequados. Não são aceitos, portanto, textos panfletários, ufanistas, poéticos, herméticos,propagandistas etc.

Um defeito freqüente de estilo é a construção de períodos muito grandes, com várias orações encadeadas. Para evitar isso, conte as linhas entre dois pontos finais. Se passar de quatro ou cinco, cogite em dividir o período em dois. Quanto ao parágrafo, deve ele encerrar um corpo de idéias coerentes. Quando há mudança considerável de assunto, comece outro parágrafo. Mas não abusede parágrafos pois um texto com parágrafos muito curtos também é desagradável. A não ser quando estritamente necessário, não repita palavras no mesmo período, principalmente se for um substantivo, verbo ou adjetivo.

Quanto à pessoa de tratamento usada na redação, há hoje uma certa preferência para a escrita impessoal. Isso eqüivale a dizer que o sujeitos das orações, geralmente objetos, estãona terceira pessoa e também que o relato é feito na voz passiva. Em lugar de dizer “fizemos o experimento” é comum dizer “o experimento foi feito” ou ainda, “fez-se o experimento”. Essa última forma, a voz passiva sintética encerra dois perigos: cansa pela repetição dos pronomes reflexivos se usada demais, e impõe dificuldades de concordância, pois a forma gramaticalmente correta pode não soar bemaos ouvidos. Por exemplo, o correto é dizer “fizeram-se os ensaios e obtiveram-se os resultados”, com os verbos no plural.

Quanto às palavras, há várias recomendações. Use palavras simples e construa frases na ordem direta. Como exemplo, verifique se “usar” não fica melhor do que “utilizar”. Advérbios, alguém mais radical já disse, quase todos podem ser cortados do texto técnico sem prejudicaro sentido. Adjetivos, use-os com parcimônia. Há certas expressões que, segundo puristas da língua, não devem ser usadas porque são dispensáveis e comprometem a estética. A mais comum é “o mesmo” (ou “a mesma”). Evite expressões cujo uso é objeto de disputa como “ao nível”, “a nível”, ou ainda que provocam ambigüidades como “ao encontro” e “de encontro”.

Não use modismos pois além de irritar...
tracking img