Como escrever textos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2564 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SERAFINI, Maria Teresa. Como Escrever Textos. Editora Globo, São Paulo, 10ª Edição, 2000.

No livro Como escrever textos, Maria Teresa Serafini discute o processo da elaboração e escrita de redações. Para tal discussão, a autora divide o livro em três partes. Na primeira, Serafini analisa o ponto de vista dos alunos quanto ao processo de desenvolvimento da redação, no segundo, verifica aposição do professor quanto ao tema, a avaliação e a correção e, por fim, apresenta a didática da escrita. A autora expõe ainda, que de fato ninguém é igual a ninguém no ato da escrita e que muitas vezes é possível identificar vários tipos de escritores, os quais exemplifica destacando o caso do protagonista do filme “O iluminado” de Kubrick no qual a personagem se isola no momento da escrita; tambémcita Foscolo, poeta italiano, que pode ser considerado como um escritor “inspirado”, ou seja, desenvolve o texto de uma só vez sem pausas, contudo deve-se ter em mente que um texto nasce gradativamente, mediante os esforços e técnicas que o escritor desenvolve com a prática. Maria Teresa explica também que uma redação não é um produto pronto e acabado; é uma seqüência de operações que a escola tem odever de transmitir aos alunos.
Segundo a autora, muitas vezes o aluno não compreende o que os professores sugerem como tema para as redações dificultando assim, o trabalho de desenvolvimento do pensamento e escrita dos alunos, sendo por tanto reprovados e muitas vezes até questionados pelos pais e professores. Para a resolução desse problema, Maria Teresa explica que é necessárioestabelecer um critério de correção acessível ao educando antes mesmo do início do trabalho.
Serafini, inicialmente, explica como os alunos vêem a redação destacando que, para os estudantes, a redação é algo que só pode ser desenvolvida por aqueles que tem o “dom” da escrita, contudo, a redação não é um trabalho simples, e para que este seja desenvolvido, deve-se seguir algumas regas. Para Maria Teresa,o sucesso da boa redação se dá pela organização das idéias dos alunos, elaboração de um roteiro, a associação das idéias a um parágrafo; o texto necessita desenvolver o raciocínio do leitor e por fim, a boa revisão do trabalho tornando-o o mais legível possível.
O primeiro recurso que o aluno deve estabelecer é um plano que tem como objetivo economizar e distribuir melhor o tempo. ParaSerafini, um dos grandes problemas do aluno é escrever assim que recebe o tema da redação, o que não deve ocorrer, deve-se pensar e dividir os espaços entre o ato da escrita e o término do trabalho. O tempo é um dos grandes inimigos dos alunos quando se fala em redação, mas a boa colocação deste no trabalho pode render um melhor produto, visto que a leitura do texto após alguns instantes ou até mesmodias ajuda o escritor a se tornar mais crítico com relação ao seu próprio texto.
A falta de segurança dos alunos e má colocação do tema por parte do professor esta incluso na lista da dificuldades da escrita e elaboração da redação. Faz-se necessário que o escritor tenha em mente para quem ele vai escrever (destinatário), o que se quer falar (objetivo), estabelecer o gênero do texto, otamanho da redação, o objeto ou tema da redação e manifestar o papel de quem o escreve.
Um dos processos importantes para o desenvolvimento de uma redação e a produção das idéias, para tal procedimento, Maria Teresa Serafini mostra que existem duas fases, sendo a primeira responsável pela recolhimento dos materiais a serem usados, análise de fatos e observações, organização das idéias,identificação da tese e confecção do roteiro. Todo esse processo diz respeito a pré-escrita do trabalho. A autora enfatiza que a construção de um mapa de idéias e de uma lista de grupos associativos ao tema melhora a capacidade de raciocínio do aluno, tornando mais fácil a organização de todas as informações e a distinção entre os fatos e idéias mais importantes dos menos necessários.
A segunda...
tracking img