Comercio exterior

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (585 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução:
A economia mundial tem sofrido grandes transformações nos últimos anos. O comércio internacional se intensifica a cada ano, a velocidade com que as trocas se realizam é cada vez maisacelerada. Dentro desta conjuntura amplia-se o conhecimento sobre o comércio internacional, a Organização Mundial do Comércio e a formação dos blocos econômicos. A Organização Mundial do Comércio criadapara regular as trocas internacionais enfrenta uma contradição: defender o livre comércio e regular os acordos regionais de comércio, quando há preferência aos países membros de bloco. A criação daOMC, seus princípios e objetivos, assim como a evolução para regionalização da economia, e o principal bloco econômico existente na atualidade (União Européia), responsável por praticamente todo ocomércio mundial cujas as relações comerciais com o Brasil se faz pertinente e sua presença em nosso país tem sido ampliada apesar da redução da participação brasileira nesse mercado decorrente daintensificação do comércio regional.
À exceção das exportadoras a grande maioria das empresas têxteis brasileiras não sofreu qualquer processo mais acentuado de modernização na última década. As organizaçõesmais dinâmicas conseguiram reduzir sensivelmente seus custos, passando a ter um maior poder de competição, graças a adoção dos processos de reestruturação administrativa e modernização industrial.Para o presidente da FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), Paulo Skaf, a economia neste ano de 2005 pode ter um desaquecimento em decorrência da política do governo de juros altos ecambio baixo pois o grande problema segundo ele é que a política de juros altos do Banco Central para conter a inflação irá inibir os investimentos, retrair o consumo, afetar o saldo da balançacomercial apesar de causar poucos efeitos sobre os preços.
Os setores empregadores foram os que apresentaram estoque mais alto no final do ano passado como: Couros, vestuário, calçados, têxtil, papel e...
tracking img