Colo uterino-metaplasia e displasia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1261 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
-------------------------------------------------
L19 COLO UTERINO - METAPLASIA ESCAMOSA E CERVICITE CRÔNICA.
1- As mulheres são mais acometidas por metaplasia.
2 – A idade predisponente depende das condições. Mulheres no inicio da atividade sexual, tem maior chance de desenvolver pelo fato de estar mais expostas a HPV. Já mulheres acima de 45 anos tem maior chance de desenvolver metaplasiapor causa do descontrole hormonal. Os fatores ambientais também contribuem.
PATOGENIA
parte do colo uterino visível na vagina é a ectocérvice, e é revestida por epitélio plano estratificado não corneificado, tendo cor esbranquiçada. A endocérvice vai do orifício cervical externo ao interno (região do istmo ou transição para a cavidade endometrial). Tem glândulas mucosas que se abrem no canalendocervical. Tanto as glândulas como o epitélio do canal são do tipo cilíndrico simples mucoso.
A ectocérvice normal é revestida por epitélio plano estratificado não corneificado. A estratificação é regular. A camada basal é constituída por uma única camada de células escuras (citoplasma escasso). À medida que as células se superficializam, a quantidade de citoplasma aumenta, as célulasachatam-se e adquirem glicogênio, que aparece como vacúolos claros no citoplasma. Os núcleos ficam pequenos, picnóticos e tendem a desaparecer. Não há glândulas na ectocérvice. O epitélio está assentado sobre tecido conjuntivo frouxo moderadamente vascularizado, o córion ou lâmina própria (termo válido para o tecido conjuntivo subepitelial de qualquer mucosa).
A endocérvice normal é revestida porepitélio cilíndrico simples mucoso, cujo aspecto é o mesmo do das glândulas endocervicais. Em áreas com cervicite há infiltrado inflamatório crônico inespecífico, constituído por linfócitos e plasmócitos na lâmina própria. Se a cervicite for intensa o epitélio de revestimento pode estar erosado. Fala-se então em cervicite crônica erosiva (não é o caso aqui). Quando há neutrófilos além das célulasinflamatórias crônicas fala-se em cervicite crônica ativa (ver abaixo, na zona de transformação).
A chamada zona de transformação ou zona T é a porção da endocérvice mais próxima do orifício externo do canal cervical e, portanto, limítrofe com a ectocérvice. Nesta região é comum a ocorrência de metaplasia escamosa. O epitélio de revestimento da endocérvice, que deveria ser cilíndrico mucoso igual aodas glândulas, sofre metaplasia para epitélio plano estratificado não corneificado semelhante ao da ectocérvice. As glândulas endocervicais abaixo da superfície mantêm aspecto normal. Na zona de transformação também é comum haver processo inflamatório crônico inespecífico (cervicite crônica). Os cistos de Naboth, freqüentemente observados nesta região, são glândulas endocervicais dilatadasporque seu orifício de saída foi obstruído pelo epitélio metaplásico. Seu revestimento é de epitélio cilíndrico simples mucoso, igual ao de outras glândulas endocervicais.
A importância da zona de transformação é que o epitélio metaplásico pode ser sede de atipias celulares chamadas de displasia (de graus leve, moderado ou grave). Neste caso, as células do tipo basal passam a ocupar mais de umacamada (normalmente só ocupam a primeira camada) e podem apresentar atipias nucleares. A displasia grave é considerada um carcinoma in situ, que é precursor do carcinoma do colo uterino.

-------------------------------------------------
L20 COLO UTERINO - (1) DISPLASIA LEVE; (2) DISPLASIA MODERADA E ABSCESSO; (3) DIAPLASIA INTENSA
1- As mulheres são mais acometidas por displasia.
2 – A idadepredisponente depende das condições. Mulheres no inicio da atividade sexual, tem maior chance de desenvolver pelo fato de estar mais expostas a HPV. Já mulheres acima de 45 anos tem maior chance de desenvolver displasia do dolo uterino por causa do descontrole hormonal. Os fatores ambientais também contribuem.
PATOGENIA
Parte do colo uterino visível na vagina é a ectocérvice, e é revestida...
tracking img