Cmaut

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1467 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
TRABALHO DE TERMINOLOGIA








Disciplina: Português
Professora: Ms. Eliane Cardozo
Aluno: Flávio Augusto da Silva Rosa
Turma: CBMDF




TAGUATINGA –DF
2013








TERMINOLOGIA





Trabalho apresentado como exigência da Disciplina de Português
Orientador: Eliane Cardozo





TAGUATINGA –DF
2013

I – VOCABULÁRIOS DE ENFERMAGEM

1. ANEMIA - dogrego A, privativo; Haima, sangue, e Ia, estado. O vocábulo é impróprio, como se vê, pois significa “ausência de sangue” e é empregado com a significação de “falta parcial de sangue”.

2. ANAFILAXIA – do grego Ana, para trás e Phylaxis, proteção. é uma reação alérgica sistémica, severa e rápida a uma determinada substância, chamada alergénico ou alérgeno, caracterizada pela diminuição da pressãoarterial, taquicardia e distúrbios

3. ANTÍGENO - do grego Anti, contra e Gennao, eu produzo. Etimologicamente deveria significar “contra a concepcção” mas o radical Anti é ai uma forma abreviada de Anticorpos e, assim, Antígeno é um “gerador de anticorpos”.

4. BIÓPSIA - do grego Bios, vida e Opsis, visão. Exame de tecido vivo.

5. BOTULISMO – do latim do latim Botulus, salsicha. O germecausador do botulismo, o “Clostridium botulinum”, recebeu essa denominação por ter sido encontrado na salsicha. ismo grego doença.

6. CITOLOGIA - do grego Kytos, vaso ou célula e Logos, estudo. Parte da biologia que estuda a célula sob seus diferentes aspectos morfológicos, bioquímicos etc.

7. CUNEIFORME – do latim Cunoeus, cunha e Formis, em forma de. Que tem a forma de cunha. Diz-se de umaantiga escrita (dos assírios, persas e medos) em forma de cunhas. V. ESCRITA CUNEIFORME Botânica. Diz-se dos órgãos que se vão alongando da base para o vértice: pétalas cuneiformes.
Anatomia. Designação de três ossos do tarso.

8. DELTÓIDE – do grego Delta, letra D, Òides, forma de. A letra delta, maiúscula escreve-se _ (em forma de triângulo isósceles). Inicialmente o termo era usado apenas emsentido geográfico, significando a foz do rio Nilo, em forma triangular. Foi Jean Riolan quem deu este nome ao músculo do cíngulo peitoral.

9. DIÁFISE - do grego Dia, entre, através, e Physis, sulco, crescimento. Em anatomia, a palavra foi inicialmente usada poro Platão para nomear ligamentos articulares e só passou a designar a parte média do osso longo – situada entre as extremidades “quecrescem” – após os termos Epiphysis e Apophysis terem sido aplicados ao osso. Atualmente permanece apenas com esse significado. È interessante saber que este termo, na linguagem grega coloquial, também tinha outros sentidos como o “desabrochar de uma flor ou de um adolescente”, o “intervalo entre dois dentes” e “mancha na casa de um fruto”.

10. DURA-MÁTER – do latim Dura, dura, forte, severa eMater, mãe protetora. é a mais externa das três meninges que envolvem o cérebro e a medula espinhal.

11. DISFAGIA – dis – do grego dificuldade pode ser definida como dificuldade de deglutição. Caracteriza-se por um sintoma comum de diversas doenças. Pode ser causada por alterações neurológicas como o acidente vascular cerebral (AVC), ou derrame, outras doenças neurológicas e/ou neuromusculares etambém alterações locais obstrutivas, como as doenças tumorais do esôfago.

12. ENDOCÁRDIO – do grego Endon, dentro e Kardia, coração.camada interna do musculo cardíaco
13. EPIGLOTE – do grego Epi, sobre, em cima, e Glottis, laringe. cartilagem evita a comunicação entre os aparelhos respiratório e digestivo. A epiglote funciona como uma espécie de válvula da laringe, que é um dos órgãos doaparelho respiratório.
14. ESCLEROSE – do grego Skleros, duro, rígido. ose grego degenerativo. Termo utilizado para a perda da elasticidade dos vasos artérias “Arteriosclerose”
15. EUTROFICO - do grego "eu", que significa bom, verdadeiro e "trophein", nutrir. Assim, eutrófico significa "bem nutrido"
16. GASTROCNÊMIO – do grego Gaster, ventre e Knéme, perna. Hipócrates e Galeno já chamavam a...
tracking img