Cit - sc

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1194 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal de Santa Catarina
Centro de Ciências da Saúde
Departamento de Patologia
Disciplina de Toxicologia
Professora: Ariane Laurenti
Alunas: Patrícia Spuldaro e Kéllen Rebello

Antídotos – Professora Marlene Zannin

Existem atualmente cerca de 100 mil substâncias em contato com o homem, sendo que apenas 4 ou 5 mil possuem um mecanismo de ação conhecido e a cada ano sãolançados novos produtos. Aproximadamente 1.200 dessas substâncias são responsáveis pelas intoxicações, e na realidade o número de antídotos é bem inferior.
Um problema constante neste cenário, é que os antídotos devem estar disponíveis nos locais de saúde em casos de urgência, fato que nem sempre acontece. O antídoto na hora certa pode salvar vidas, diminui vagas na UTI, diminui o tempo deinternação e a intensidade do envenenamento. Em geral, são substâncias que têm a capacidade de inibir ou atenuar a ação do agente tóxico, através de múltiplos mecanismos, como antagonismo, competição, inibição e quelação.
Os problemas relacionados à falta de antídotos nos serviços de saúde são: o desconhecimento dos farmacêuticos e médicos, a ênfase inadequada no custo, a baixa rotatividade e a nãocomercialização de determinados antídotos pela indústria farmacêutica.
A determinação do estoque mínimo é feita com base na epidemiologia e incidência da intoxicação, mas geralmente deve possuir quantidade suficiente para tratar um paciente adulto gravemente intoxicado nas primeiras 24 horas. Grandes estoques aumentam o risco de desperdício e cabe ao farmacêutico e médicos fazer essa vigilância.
Aterra de Fuller e o carvão ativado são exemplos de descontaminantes. O carvão ativado possui propriedade adsorvente que liga a droga às paredes porosas das suas partículas. Atua sobre várias substâncias, tanto no estômago quanto no intestino e para isso deve estar no aspecto de pó seco e é utilizado até uma hora depois da intoxicação. Para substâncias que possuam o ciclo entero-hepático é uma boaalternativa. Ele é diluído e dado para pacientes conscientes ou é dado em sonda para pacientes inconscientes. É comum encontrar cápsulas de carvão ativado em venda nas farmácias, mas vale ressaltar que essa forma farmacêutica não é válida para casos de intoxicação. Como o carvão ativado é um agente constipante, normalmente é administrado junto com laxantes.

Exemplos de Antídotos e Mecanismo deAção:

• Atropina: sua indicação é para intoxicações por carbamato ou organofosforado (agrotóxico), visto que é um antagonista competitivo de receptores muscarínicos e impede a ligação da acetilcolina. É necessário grande quantidade de ampolas de atropina em SAMU’s e hospitais, porque a dose necessária geralmente é elevada.


• N-acetilcisteína: é indicada para intoxicações porparacetamol e atua como substituta da glutationa, neutralizando o agente tóxico. A embalagem de paracetamol para crianças não é segura, então muitas intoxicações acidentais ocorrem em virtude disto. O ideal seria administrar n-acetilcisteína por via endovenosa, mas é mais difícil encontrar essa forma farmacêutica em hospitais.


• Deferoxamina: utilizada em casos de intoxicação por sais de ferro(sulfato ferroso). Ela forma um complexo (quelato) com Fe–Ferrioxiamina hidrossolúvel que é eliminado na urina. Liga-se ao ferro livre e é ligado à hemossiderina e ferritina. Não é afetado o ferro da hemoglobina, transferrina e das enzimas do citocromo.


• Glucagon: para casos em que há overdose de ß-bloqueador ou overdose de bloqueadores do canal de cálcio. Seu mecanismo de ação possuiefeitos independentes do receptor ß adrenérgico. De modo geral, estimula a adenilato ciclase do miocárdio levando ao aumento de AMP cíclico e dos níveis intracelulares de cálcio, gerando efeito inotrópico e cronotrópico positivo.


• Hidroxicobalamina: intoxicação por cianeto (CN-) e combate a toxicidade induzida por nitroprussiato de sódio. Liga-se ao íon CN- formando cianocobalamina...
tracking img