Cirurgia

Páginas: 5 (1192 palavras) Publicado: 15 de abril de 2014
Cirurgia Bucal em Odontopediatria


Paciente condicionado – o profissional consegue trabalhar sem problemas, pois a criança já conhece o odontopediatra - uma cirurgia não acarretará em trauma psicológico para a mesma.
Paciente novo, que chega com dor – relação complicada, com possíveis traumas, pois por não conhecer o profissional, a criança pode chorar, ficar com medo...
Condicionamento –faz com que a criança se adapte ao CD – importantíssimo.

O que o CD precisa para extrair?




Conhecimento: noção pré-operatória;
Informações sobre o paciente: Quem é o paciente? Qual a sua condição sistêmica? Ele toma medicamentos? Foi anestesiado alguma vez? Tem problemas respiratórios?
Noções sobre manejo: Como é o paciente: Sempre chora? Age normalmente?
Crescimento edesenvolvimento: quando é o momento certo para extrair?
Proximal destruída, dente com fístula e edema, não tem por que se preocupar com perda de espaço, pois uma face perdida, já se tem ocupação do espaço.
Conhecer o desenvolvimento da dentição: Nolla, biogênese, tempo de erupção determinam o tempo correto da exodontia.
Patologias e diagnóstico diferencial.
Cuidados pré-operatórios e pós-operatórios.Indicações
1. Raiz residual
Remoção dos restos radiculares para adequar o meio bucal, assim como no adulto (associar com IHO, ATF - adequada higiene oral é fundamental).
Pouco remanescente: a raiz fica presa entre os permanentes que erupcionam, causando desconforto e dessa forma, necessitam ser removidos.
Radiografa, localiza e remove.
EXODONTIA – primeiro passo, pois adapta o meio da cavidadeoral da criança. Associar com a redução da placa, sítios retentivos e melhora da higiene.
2. Destruição coronária extensa
Mesmo motivo do item anterior.
Destruição coronária extensa é indicativa de prognóstico desfavorável.
Sempre radiografar.

3. Rizólise irregular
Se não reabsorveu a raiz na idade certa, devemos removê-la.
4. Dente com fratura radicular
Trauma indicativo direto deexodontia.

5. Retenção prolongada do arco
Todo dente aparentemente normal, com rizólise, mas que parece estar atrasado para esfoliar: olhar o seu permanente (olhar nolla).
Se o permanente estiver no estágio 8 de nolla (coroa completa e 2/3 de raiz – fase de erupção!) e o decíduo ainda não caiu: retenção prolongada no arco.
Avaliamos o dente permanente - acima de 8 de nolla – decíduo em boca-extrai.

O que observar?
Olhar na furca: região que indica exodontia em decíduos posteriores é a furca, pois é a posição do dente permanente.
Área RL ou cripta que protege o dente permanente – se rompeu, deve extrair o decíduo.

O que acontece se romper a cripta?
Qualquer processo infeccioso na região afetará o permanente.

Dente de Tuner – alteração na mineralização do permanente devidoalterações infecciosas no dente decíduo.

ASPECTOS PSICOLÓGICOS
Manejo do comportamento;
Avaliação psicológica do paciente;
Saber diferenciar uma Criança de 3 anos e uma de 10: Feeling - saber o que falar para cada faixa etária;
TÉCNICAS ANESTÉSICAS
Condição imprescindível

Exame radiográfico

Antes de qualquer exodontia – precisamos ver o que vamos tirar ou saber qual a situação que aestrutura se encontra.
Há lesão / infecção?
Quanto de raiz eu vou remover?
Nunca subestimar um dente decíduo!

Escolha da agulha
A) Extra-longa: 35 mm.
B) Longa: 30 mm.
C) Curta: 20 a 25 mm.
D) Extra-curta: 12 mm.
Uma injeção em grande quantidade e mais uma complementar – no máximo.
Usar 1 Tubete para a técnica principal e 2/3 de um tubete na outra, no máximo.
Quanto menos picadasmelhor.

Agulha longa e curta são as mais usadas.
Extras – não se usa:
Extra-curta anestesia de forma superficial – não dura todo o procedimento.
Extra-longa é perigosa!!

Extensão da área anestesiada
Local onde se aplica a substância
A) Superior: uma técnica infiltrativa + uma complementar*.
B) Inferior: uma troncular + uma complementar*.
*Pode ser intraligamentar ou intrapapilar....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Cirurgias
  • Cirurgia
  • cirurgia
  • cirurgia
  • cirurgia
  • Cirurgia
  • Cirurgia
  • cirurgia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!