Cinza de casca de arroz

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4364 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Aproveitamento da cinza produzida na combustão da casca de arroz: estado da arte.
Hoffmann, R.*, Jahn, S. L.*, Bavaresco, M.**, Sartori, T. C.**
Universidade Federal de Santa Maria – Centro de Tecnologia
Departamento de Engenharia Química - Santa Maria - RS
*Professores - **Acadêmicas / bolsistas

Resumo
Este artigo apresenta uma revisão do que está sendo feito em centros de pesquisa nomundo inteiro em termos do aproveitamento da cinza de casca de arroz. Dá uma visão geral das
possibilidades, nem todas comprovadas economicamente, da utilidade das cascas de arroz e suas
cinzas, resultantes da combustão. Inclui o relato das pesquisas desenvolvidas na UFSM: a síntese
de zeólitas para uso agrícola; as que envolvem o concreto elaborado a partir de cimento contendo
cinzas de cascade arroz; e outras como o estudo do uso de cinzas na fundição mecânica.

1. Introdução
A atual crise no abastecimento de energia traz novamente à discussão a necessidade da
introdução de novas fontes de energia primária na Matriz Energética Nacional. Neste contexto, a
utilização de fontes dispersas de energia, em particular a biomassa, aparecem como uma
oportunidade de singular importância,por colaborar na oferta de energia do sistema interligado
do País. Trata-se de geração descentralizada e próxima aos pontos de carga, com equipamentos e
combustível nacional (resíduos de processo). Existem várias formas de conversão da biomassa
em energia, sendo que as mais utilizadas são a combustão direta, a gaseificação e a pirólise.
A questão ambiental, com a necessidade de minimização dasemissões globais de CO2 , é
um ponto favorável ao uso da biomassa, pois quando esta é queimada, CO2 é liberado na
atmosfera; entretanto esse gás é absorvido pelas plantas durante a fotossíntese, mantendo
constante a sua quantidade na atmosfera.

Vantagens como estas, fazem com que a biomassa seja uma opção estratégica para o País,
só dependendo de políticas adequadas para sua viabilização.Vale ressaltar que os distintos
cenários apresentados nas macrorregiões do país influenciam diretamente nos parâmetros de
utilização da biomassa como energético.
De maneira geral, a biomassa assim empregada enquadra-se perfeitamente no conceito do
desenvolvimento sustentável, pois permite a criação de empregos na região, dinamiza as
atividades econômicas, reduz os custos relativos àdistribuição e transmissão da energia gerada e,
quando utilizada de forma sustentável, não agride o meio ambiente.
Uma avaliação da distribuição da oferta de biomassa realizada na Região Sul (Hoffmann,
1999; Pretz, 2001), demonstrou uma importante sobreposição de interesses: a oferta de biomassa
está localizada exatamente onde se manifesta demanda reprimida de energia, fato que, por si só,
elimina umimportante problema existente na viabilização de centrais termelétricas à biomassa: o
transporte de combustível.
A produção de casca de arroz no mundo chega a 80 milhões de toneladas por ano. Isto
representa, por exemplo, na Índia, a produção de 22 milhões de toneladas anuais, gerando
200x109 MJ de energia (Natarajan et ali, 1998). Somente no estado do Rio Grande do Sul,
principalmente nasregiões centro-oeste e litoral, são produzidas cerca de 5,137 milhões de
toneladas de arroz por ano (Associação Brasileira do arroz, safra 2000/2001, in: Pretz, 2001).
Sabendo que as cascas representam 20% desse valor, a produção anual desse rejeito no
Rio Grande do Sul é da ordem de 1.027.400 toneladas. Há alguns anos, quase todo esse material
ia parar nas lavouras e fundo de rios, numdescarte prejudicial e criminoso. Na indústria do arroz
temos, como subproduto mais volumoso, as cascas, as quais podem ser aproveitadas de diversas
maneiras.
A geração de energia através da queima da casca de arroz é uma alternativa praticável do
ponto de vista tecnológico, viável do ponto de vista econômico e ético do ponto de vista

2

ecológico, uma vez que existe tecnologia para a...
tracking img