Cinco mentes de um executivo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6212 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
As cinco mentes de um executivo
* Jonathan Gosling e Henry Mintzberg

O mundo do executivo é complicado e confuso. Não é com simplificação que se vai entendê-lo, mas com a capacidade de sintetizar num todo abrangente idéias geradas por diferentes disposições mentais.


Recentemente, o presidente de uma grande empresa canadense queixava-se de que não conseguia fazerseus engenheiros pensarem como executivos, como gestores. É uma queixa comum, mas que oculta uma questão de rara importância: o que significa pensar como executivo?
Infelizmente, pouca atenção foi dada à questão nos últimos anos. A maioria de nós foi de tal forma hipnotizada pela “liderança” que a “gestão” foi empurrada para um segundo plano. Ninguém mais sonha em ser um bom administrador;todos querem ser grandes líderes. Porém, separar a gestão da liderança é um perigo. Assim como a gestão sem liderança faz surgir um estilo pouco inspirado, que atrofia atividades, a liderança sem gestão estimula um estilo desconexo, que promove a arrogância. E todos conhecem o poder destruidor da arrogância numa organização. É hora, portanto, de volta à boa e velha gestão.
O problema,evidentemente, é que a boa e velha gestão é complicado e confuso, hoje, o executivo é instado a ser global e local. A colaborar e a competir. A mudar sem parar e manter a ordem. A cumprir metas financeiras e ao mesmo tempo cuidar bem do pessoal. Como conciliar isso tudo? Na verdade, ninguém consegue. Para ser eficaz, o executivo precisa encarar tal justaposição e chegar a uma integração mais profundadesses imperativos aparentemente contraditórios. Isso significa que deve focar não só naquilo que precisa realizar, mas também em como raciocinar. Um executivo precisa de várias disposições mentais.
Ajudar o executivo a entender isso foi o desafio que nos propusemos em meados da década de 90, quando começamos a projetar um novo programa de mestrado para administradores. Sabíamos que a estruturadidática típica do MBA – que divide o mundo da gestão em funções isoladas de marketing, finanças, contabilidade e afins – não serviria. Nossa intenção era instruir executivos egressos desses silos estreitos. Por que empurrá-los de volta para um nicho? Precisávamos de uma estrutura nova que estimulasse a síntese, não a divisão. Nossa solução – uma estrutura baseada nos cinco aspectos da menteexecutiva – provou-se sólida na sala de aula e também perspicaz na prática, como esperamos demonstrar neste artigo. Primeiro explicaremos como chegamos às cinco disposições mentais do executivo. Depois, discutiremos cada uma com certa profundidade e mostraremos as vantagens de costurar cinco num todo.


As cinco disposições mentais do executivo


A Federação Internacional das Sociedades daCruz Vermelha e do Crescente Vermelho, sediada em Genebra, anda inquieta com uma questão gerencial. Seu receio é estar rumando depressa demais para uma cultura da ação rápida. Ela sabe que precisa agir de imediato em resposta a catástrofes no mundo todo – terremotos e guerras, enchentes e epidemias de fome –, mas também vê a necessidade de se engajar na tarefa mais vagarosa e mais delicada demontar uma capacidade para a ação que seja cuidadosa, ponderada e adaptada a condições e necessidades locais.
Muitas organizações empresariais enfrentam problema semelhante: sabem executar, mas não recuar um passo para refletir sobre a própria situação. Outras enfrentam o dilema oposto: estão tão enredadas e fixadas em seus problemas que não conseguem agir com a presteza necessária. Todosconhecemos instituições burocráticas ótimas para planejar e organizar, mas lentas a reagir às forças do mercado. Também conhecemos empresas ágeis, que reagem a todo estímulo, mas com tal desleixo que vivem tendo que remendar o que fazem. Há, por fim, aquela que sofrem dos dois males – é o caso da empresa cujo departamento de marketing se dedica a esquemas grandiosos de posicionamento enquanto a força...
tracking img