Ciencias sociais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2886 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ANHANGUERA EDUCACIONAL - UNIDERP
CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

RELATÓRIO SOBRE A TÉMATICA DAS CIÊNCIAS SOCIAIS E SUA REPRESENTAÇÃO NA SOCIEDADE


LUCIANA COELHO DE ABREU - 372617
ISABELE CRISTINA DE CASTRO CLARO - RA 372483
BRUNA APARECIDA DOS SANTOS - RA 372367
CRISTIANE D'ARC ALVES - RA 372402
SAMANTA D SILVA COSTA - RA 372717




TRABALHO ACADÊMICO
ATIVIDADESPRÁTICAS SUPERVISIONADAS
CIENCIAS SOCIAIS
TUTOR: NELSON A. COELHO PEREIRA









ROSEIRA - SP
2012
SUMÁRIO




INTRODUÇÃO..............................................................................................03

TRABALHO, CONSUMO DA SOCIEDADE.....................................04 à 05

QUAIS SÃO AS POSSIVEIS CONRIBUIÇÕES DA SOCIEDADE DA EDUCACAO NO COTIDIANO DA SOCIEDADE ATUAL...............06 à07

IMAGENS QUE DEFINEM AS DIFERENÇAS SOCIAIS..........................08

REFLEXÕES SOBRE PROBLEMAS GERADOS PELA EXPLORACAO DO MEIO AMBIENTE............................................................................................09

CONSIDERAÇÕES FINAIS...............................................................................10BIBLIOGRAFIA...................................................................................................11

































INTRODUÇÃO

Todo o ser humano, desde a sua nascença à sua morte, faz parte de uma realidade com a qual se habitua a conviver — a realidade social. Das pessoas com quem convivemos habitualmente ao tipo de alimentação que preferimos, do local onde habitamos aos meios de comunicação que usamos e às atividades delazer que realizamos, do processo de procriação até à expansão da esperança média de vida, etc., tudo faz parte da realidade social. Essa realidade, aparentemente simples para quem nela vive, é, porém, muito complexa e qualquer acontecimento, ou decisão, acaba por ter reflexos na vida das outras pessoas, mesmo daquelas que nem sequer conhecemos ou convivemos regularmente
As ciências sociaisdebruçam-se sobre a mesma realidade social ou “fenômeno social” , só que com “olhos” diferentes.
As diversas Ciências Sociais denominam-se de sociais por se debruçarem sobre realidades Sociais ou fenómenos da realidade Social. Apesar de cada Ciência focar um determinado fenómeno social, todas elas se baseiam na realidade social. É por isto que não se pode deixar de referir a Complementaridade das CiênciasSociais.
Todas as ciências sociais têm como objetivo uma única realidade social que pode ser estudada mediante variadas abordagens.
Tendo em conta este aspecto, cada ciência procurou eleger um conjunto de pressupostos teóricos e instrumentos científicos que delimitem o seu campo de estudo.
Há pois que reconhecer a existência de uma interdependência entre as Ciências Sociais que resulta muitasvezes que avanços numa determinada disciplina possam ser utilizados noutras disciplinas das ciências sociais. Esta particularidade, durante muitos anos apontados como uma fragilidade das ciências sociais é hoje apontada como uma mais-valia na medida em que a partilha de conhecimentos interdisciplinares pode ser um importante contributo para a construção do conhecimento humano
É errado pensar que arealidade social se reparte em sectores distintos e que cada ciência social estuda o seu campo especifico do real.
Na verdade, a pluralidade dos ramos das ciências sociais não significa que se possa dividir quer a realidade social, quer os seus fenômenos particulares em compartimentos perfeitamente separados.
A realidade social constitui uma unidade indivisível e complexa, cuja analise pode serefetuada segundo perspectivas disciplinares ou olhares científicos diferentes.
Quando por isso os cientistas sociais se referem a analise econômica, ou outras estão apenas a usar um recurso lingüístico que visa ajudar a compreender uma realidade vasta, complexa e pluridimensional, dividindo-a artificialmente de acordo com os seus interesses disciplinares próprios – sem que, todavia, se deva...
tracking img