Ciclo e giro de caixa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3107 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE – UNIVILLE
FAE Business School

CICLO E GIRO DE CAIXA

Adriana de Farias
Andréa Amaral
Eliete Neto Lopes
Fabiane Michelle Klug
Geovane Silva

Administração Financeira
Prof. Sergio Guarita

Joinville

2005

INTRODUÇÃO

O bom andamento de uma empresa, ou seja, a saúde, a prosperidade depende muito de uma boa administração financeira queinclui principalmente administração do contas a receber, estoque e contas a pagar. É através destes setores que identifica-se o ciclo de caixa de uma empresa e sua necessidade de capital de giro. Portanto é de extrema importância e necessidade para empresa a apuração destes valores para saber se a mesma opera no vermelho ou não, bem como a quantidade mínima que deve ter de caixa e quais estratégiasdeve tomar para aumentar seu giro de caixa.

Administração e Giro dos estoques

Representando uma parcela significativa do ativo circulante, os estoques provocam custos financeiros e despesas operacionais. Os obstáculos a serem transpostos nas operações de transformação das matérias-primas em produtos acabados e nos esforços de venda e de cobrança evidenciam o tempo despendido e os riscosinerentes ao processo de conversão dos estoques em numerário. Em poucas semanas os níveis de estoques podem subir significativamente, porem a eliminação deste excesso poderá levar muitos meses. Nesse período, a situação financeira da empresa poderá deteriorar-se e a sua rentabilidade certamente será prejudicada.
Assim o administrador financeiro deve exercer um controle rígido sobre os níveis deestoques, visando preservar a capacidade de solvência da empresa e maximizar o retorno dos recursos investidos.
Podemos dizer que a administração dos estoques busca o equilíbrio entre os aspectos operacionais e financeiros e isto também pode significar a constante solução de conflitos de interesse entre a área financeira e as demais áreas envolvidas com os estoques.
A manutenção de estoque implicaassumir custos e riscos que, em sua maior parte, variam proporcionalmente ao volume e ao valor dos itens estocados, como:
• Custo de capital: correspondem aos recursos investidos nos materiais e produtos estocados, nas instalações e nos equipamentos utilizados na movimentação física e armazenagem.
• Custos das Instalações: envolvem o valor de locação de galpões, prédios e instalaçõesutilizados impostos predial e taxas de serviços públicos, despesa de manutenção, limpeza, iluminação, seguro etc.
• Custos do Serviço: compreendem dispêndios com a mão de obra utilizada na recepção, armazenagem, deslocamentos interno e expedição; custos de registros e controles administrativos; seguro dos estoques;
• Riscos de Estocagem: relativos aos furtos, deterioração,obsolescência, queda nos preços de mercado etc.

O giro dos estoques geralmente mede a atividade, ou liquidez, dos estoques da empresa. É calculado como segue:

Giro dos estoques= custo dos produtos vendidos/estoques

Exemplo:

Aplicando essa relação a Empresa XYZ, em 2000, obtemos:

Giro dos estoques= 3.000.000/300.000= 10,0

O giro é significativo somente quando comparado ao de outrasempresas pertencentes à mesma industria ou ao giro passado dos estoques da empresa. Um giro de estoques de 20,0 não seria raro para uma mercearia, ao passo que o giro comum dos estoques para um fabricante de aviões seria de 4,0.
O giro dos estoques pode ser facilmente convertido a Idade Média do Estoque, ao ser dividido por 360 – número de dias do ano. Para a XYZ, a Idade Média do estoque seria 36dias (360/10). Esse valor pode ser visto como o número médio de dias de venda em estoque.
Portanto Idade Média dos estoques: Período Médio de Tempo em que os Estoques são Mantidos pela Empresa.

1 Administração e Período Médio de Cobrança

As empresas concedem crédito para ampliar seu nível de operações, obter ganho de escalas, absorver melhor os custos fixos, e assim...
tracking img