Centro de controle de zoonoses

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1297 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
De acordo com a Lei federal nº 9.605 de 12 de Fevereiro de 1998
Art. 32. Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:
Pena - detenção, de três meses a um ano, e multa.
§ 1º Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existiremrecursos alternativos.
§ 2º A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal

Joinville, a maior cidade do estado de Santa Catarina, ainda sofre com a falta de controle de zoonoses. O município conta hoje com cerca de seis ONGs de proteção ao animal doméstico que atuam na área de resgate, prevenção e tratamento de doenças.
O projeto Vira-Lata resgata em média 25 cãespor mês, e destes um apenas tem seu tutor encontrado. Participam do projeto, voluntário da cidade que não contam com nenhuma ajuda de custo. O projeto não conta com estabelecimento próprio, todos os resgates e assistências são agilizados assim que encontrado um “lar temporário” para o animal ficar. O resgate é providenciado de acordo com a gravidade do caso, pois não há lugar para abrigar a todos.Quando solicitado ajuda, os voluntários encaminham-se até o local e levam o animal para alguma clínica veterinária para tratamento, os custos são geralmente altos e a entidade nem sempre consegue arcar com os gastos.
Sem ajuda de nenhum órgão público o projeto se mantém de doações e vendas de produtos em feiras de adoção ou através das mídias virtuais, como facebook e twitter.
O lartemporário é uma saída para os animais, porém é necessário visar que o ideal seria a adoção do mesmo, o que na sua maioria leva tempo para ocorrer. Cada animal em média, consome 400 gramas de ração por dia o que gera um custo de R$120,00 mensais, que ao custeados pela entidade.

Resgatada em 08/04/2012, domingo de Páscoa, no Bairro Iririú com fratura exposta em uma das patas traseiras, e escoriaçõespelo corpo. Foi levada no mesmo instante para avaliação veterinária, raio-x, medicação para dor e infecção, limpeza profunda do ferimento, etc.

Passou por cirurgia reparadora (colocação de pinos), porém ainda existe o risco de necessidade de amputação do referido membro.

O projeto Au-Miau fundado em 21 de Julho fundado por Marina Zier tem como foco de trabalho a castração dos animais,embora os resgates ocorram com freqüência. Marina surgiu com a idéia do projeto após perceber que o problema estava na falta de conscientização da população. A reprodução desenfreada dos animais aumentava o numero de abandonos. Era necessário fazer algo para retirar os animais da rua, estabelecendo assim uma vida digna ao animal, como também mantendo a estabilidade da saúde pública que já estavasendo afetada.

A entidade conta hoje com 2 voluntários que fazem o que podem feiras de adoção, brechós, resgates e etc. Por mês em média, são realizados 10 castrações, e a cada mês três novos animais chegam para tratamento intenso, fraturas, queimaduras, sarnas e etc.

De todos os animais resgatados apenas dois tiveram seus donos reencontrados, e eram dois Cockers, geralmente os vira-latastendem a permanecerem até serem adotados.

O projeto não recebe nenhuma ajuda da prefeitura ou de órgãos competentes, porém a FUNDEMA, costuma passar o número dos voluntários para resgates, o que já não compete ao projeto.

Do projeto nenhum animal sai sem ser castrado, o valor do serviço varia de acordo com peso e tamanho do animal, assim como o valor pago de mão de obra do profissionalveterinário.

“A lei existe, porém, não é cobrada. O dia que for fiscalizado e devidamente punido da forma correta acredita que será levado mais a sério.
Muitas vezes nós protetoras somos tratadas como malucas nas delegacias por desejar fazer BO por abandono ou maus tratos. Muitas delegacias não deixam fazer, precisamos falar firme que é nosso direito e queremos fazer, da mesma forma alguns deles...
tracking img