abrigo de animais- centro de controle e zoonose

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2717 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de fevereiro de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
GRUPO DE ESTUDOS EM ARQUITETURA E ENGENHARIA HOSPITALAR
FACULDADE DE ARQUITETURA . UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

CONSIDERAÇÕES SOBRE A ARQUITETURA DO
CENTRO DE CONTROLE DE ZOONOSES
IV Seminário de Engenharia e Arquitetura Hospitalar – 26 a 28 de março de 2008
HUPES, Salvador-BA
Apresentado em 27 de março de 2008

Patrícia Marins Farias
Pesquisadora do GEA-hosp/SOMASUSpatimfarias@gmail.com

INTRODUÇÃO
Documentos de referência para a elaboração do Centro de Controle de Zoonoses:
Manual Técnico do Instituto Pasteur – Orientação para Projetos dos Centros de
Controle de Zoonoses (CCZ) de agosto de 2000 – São Paulo
Portaria n° 52 de 27 de fevereiro de 2002 – Diretrizes para Projetos Físicos de
Unidades de Controle de Zoonoses e Fatores Biológicos de Risco - FUNASAAprovam-se diretrizes a serem consideradas em todo o território nacional.
• novas construções;
• ampliação;
• reforma de unidades de controle de zoonoses.
O presente trabalho pretende levantar informações para fundamentar a elaboração
de projetos de arquitetura do Centro de Controle de Zoonoses.

ZOONOSES
Segundo a OMS, as zoonoses são doenças e infecções que podem ser transmitidas
para os sereshumanos através dos animais de forma natural.
Essas doenças são transmitidas por meios diferenciados (água, ar, alimentos,
picadas de insetos, dentre outros).
Fonte: Disponível em http://www.who.int/topics/zoonoses/en/

INTRODUÇÃO
CLASSIFICAÇÃO DAS POPULAÇÕES DE ANIMAIS

As populações de animais com potenciais de transmissão
de doenças são classificadas em:
™vetores (mosquitos dadengue, mosquitos comuns,
borrachudos, dentre outros);
™reservatórios e hospedeiros (gatos, cachorros,
suínos, ovinos, bovinos e caprinos, dentre outros);
™animais sinantrópicos[1] ( baratas, ratos, formiga,
escorpião, dentre outros);
™animais peçonhentos ( aranhas, abelhas, escorpiões,
dentre outros).
[1]

De acordo com Vilma Juscineide da Silva (diretora de Vigilância Ambiental de VárzeaGrande)
apud Bogo (2006), entende-se por sinantrópicos os animais que vivem com o homem “sem serem
convidados” e podem transmitir doenças.

Fonte: Diretrizes para Projetos Físicos de Unidades de Controle de Zoonoses e Fatores Biológicos de Risco (BRASIL, 2003)

INTRODUÇÃO
As doenças características de
maior risco são:

Doenças transmitidas por
animais invertebrados (vetores):

RaivaLeptospirose
Toxoplasmose
Hantavirose
Febre maculada...

Dengue
Leishmaniose
Doença de chagas

CENTRO DE CONTROLE DE ZOONOSES

[...] instituições municipais, com estrutura física específica [...],
geralmente vinculadas ao órgão de saúde local com competência e
atribuição para desenvolver os serviços elencados nos Programas
de Controle de Zoonoses [...]
(REICHMANN E OUTROS, 2000, p.3) CLASSIFICAÇÃO E ATIVIDADES
CLASSIFICAÇÃO
Canil Municipal
CCZ4
CCZ3
CCZ2
CCZ1

DEMANDA POPULACIONAL
ATÉ 15.000 HAB
DE 15.000 A 50.000 HAB
DE 50.000 A 100.000 HAB
DE 100.000 A 500.000 HAB
ACIMA DE 500.000 HAB

Atribuições:
Controle de população animal
Controle de vetores
Entomologia
Diagnóstico laboratorial de zoonoses
Apoio à municípios de menor porte
Fonte: Diretrizes paraProjetos Físicos de Unidades de Controle de Zoonoses e Fatores Biológicos de Risco (BRASIL, 2003)
O Controle de população animal abrange controle de:
Raiva

Animais incômodos

Vetores

Animais peçonhentos

Roedores

Outras zoonoses

Fonte: Manual Técnico do Instituto Pasteur (Reichmann e outros, 2000)

PLANEJAMENTO
Em fase de planejamento e construção dos Centros de Controle deZoonoses, devem ser propostas soluções arquitetônicas flexíveis e
adaptáveis à mudanças e ampliações.

CCZ

No planejamento dos projetos arquitetônicos...
para o desenvolvimento das técnicas de trabalho preconizadas para
o controle da raiva e de outras zoonoses...
Deve ser levado em conta que, nestes ambientes, o trabalho se
desenvolve com um vírus de alta patogenecidade, o que requer...
tracking img