Cbers satelite

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2021 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUI
CENTRO DE TECNOLOGIA
DEPARTAMENTO DE TRANSPORTES
PROF: ANTONIO ADERSON
DISCIPLINA: FOTOGRAMETRIA

PESQUISA SOBRE IMAGENS ORBITAIS: CBERSf

FRANCISCO DAS CHAGAS M SOUSA

TERESINA 29/09/2010
A família de satélites de sensoriamento remoto CBERS trouxe significativos avanços científicos ao Brasil. Essa significância é atestada pelosmais de 15.000 usuários de mais de 1.500 instituições cadastrados como usuários ativos do CBERS, e também nas mais de 300.000 imagens do CBERS distribuídas à razão aproximada de 250 por dia. Suas imagens são usadas em importantes campos, como o controle do desmatamento e queimadas na Amazônia Legal, o monitoramento de recursos hídricos, áreas agrícolas, crescimento urbano, ocupação do solo, emeducação e em inúmeras outras aplicações. Também é fundamental para grandes projetos nacionais estratégicos, como o PRODES, de avaliação do desflorestamento na Amazônia, o DETER, de avaliação do desflorestamento em tempo real, e o monitoramento das áreas canavieiras (CANASAT), entre outros.

CARACTERÍSTICAS DO SATÉLITE

Os satélites CBERS-1 e 2 são compostos por dois módulos. O módulo"carga útil" acomoda os sistemas ópticos (CCD – Câmera Imageadora de Alta Resolução, IRMSS – Imageador por Varredura de Média Resolução e WFI – Câmera Imageadora de Amplo Campo de Visada) usadas para observação da Terra e o Repetidor para o Sistema Brasileiro de Coleta de Dados Ambientais, e o módulo "serviço" que contém os equipamentos que asseguram o suprimento de energia, os controles, astelecomunicações e demais funções necessárias à operação do satélite.
O satélite CBERS-2B é muito semelhante aos CBERS-1 e 2, mas o IRMSS é substituído pela HC - Câmera Pancromática de Alta Resolução. Os satélites CBERS-3 e 4 representam uma evolução dos satélites CBERS-1 e 2. Para o CBERS-3 e 4, serão utilizadas no módulo carga útil 4 câmeras (Câmera PanMux - PANMUX, Câmera Multi Espectral -MUXCAM, Imageador por Varredura de Média Resolução – IRSCAM, e Câmera Imageadora de Amplo Campo de Visada – WFICAM) com desempenhos geométricos e radiométricos melhorados. A órbita dos dois satélites será a mesma que a dos CBERS-1 e 2.

Câmeras Imageadoras do CBERS-1, 2 e 2B
Os satélites CBERS-1, 2 e 2B são equipados com câmeras para observações ópticas de todo o globo terrestre, além deum sistema de coleta de dados ambientais. São sistemas únicos devido ao uso de câmeras que combinam características especiais para resolver a grande variedade de escalas temporais e espaciais típicas de nosso ecossistema.

Os satélites CBERS-1, 2 e 2B caracterizam-se por estarem em uma órbita síncrona com o Sol a uma altitude de 778 km, completando 14 revoluções da Terra por dia. Este tipo deórbita é tal que o satélite sempre cruza o Equador às 10:30h da manhã, hora local, provendo assim as mesmas condições de iluminação solar para tornar possível a comparação de imagens adquiridas em dias diferentes.

Uma característica importante dos satélites CBERS-1, 2 e 2B são a diversidade de câmeras com diferentes resoluções espaciais e freqüências de coleta de dados.

[pic]  Imageador deAmplo Campo de Visada (WFI - Wide Field Imager)

O WFI produz imagens de uma faixa de 890 km de largura, permitindo a obtenção de imagens com resolução espacial de 260 m. No período aproximado de cinco dias obtém-se uma cobertura completa do globo.
[pic]  Câmera Imageadora de Alta Resolução (CCD - High Resolution CCD Câmera)

A câmera CCD fornece imagens de uma faixa de 113 km de largura,com uma resolução de 20 m. Esta câmera tem capacidade de orientar seu campo de visada dentro de ± 32 graus, possibilitando a obtenção de imagens estereoscópicas de uma certa região. Além disso, qualquer fenômeno detectado pelo WFI pode ser focalizado pela Câmera CCD, para estudos mais detalhados, através de seu campo de visada, no máximo a cada três dias.

A Câmera CCD opera em 5 faixas...
tracking img