Cavalhadas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (481 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
TRADIÇÃO E ALEGRIA NAS CAVALHADAS DE PIRENÓPOLIS
A ORIGEM

A origem da festa Cavalhadas vem do final do século VIII, quando Carlos Magno deixou a França desprotegida e sobre a proteção do valenteConde Rolando, que apesar de sua valentia, foi massacrado quando os muçulmanos atacaram-no. Seu exército foi derrotado na famosa Batalha de Roncesvalles. A história ficou conhecida com a divulgaçãodos trovadores da época que em trovas eloqüentes declamavam a história e impedindo-a de ser esquecida. Quando os jesuítas vieram ao Brasil, trouxeram a festa como ferramenta de catequese dos índios egentios. A beleza da festa sobreviveu através dos tempos e foi motivo para ser preservada até a contemporaneidade.

A FESTA

Nas Cavalhadas da cidade de Pirenópolis, em Goiás, é possível sentir commuita intensidade o calor e a agitação do povo que se prepara para a festa mais tradicional da região. Os preparativos começam uma quinzena antes, no início da Festa do Divino Espírito Santo, marcadapela saída da Folia.

A Banda de Couros segue a pé pela cidade avisando a população e convocando os cavaleiros a irem ao ensaio. De um lado os mouros, do outro os cristãos. É um bonito momento deconfraternização e descontração a hora da farofa. Os cavaleiros então rezam em grupo e dançam a Catira, uma das partes mais alegres e empolgantes do espetáculo. Para a dança, enfileiram-se frente afrente os 24 cavaleiros e batem palmas e os pés típica e cadenciadamente, no embalo do som gostoso da viola, dos pandeiros e das vozes que cantam diversas canções. No fim, antes de partirem para o ensaio,fazem o agradecimento em forma de cantilena, uma canção suave, ao dono da casa que serviu a Farofa.

Este ano aconteceram do dia 12 ao 14 de junho.

No Domingo do Divino é repetido o mesmoritual, mas ao meio dia, sem a Banda e sem a Farofa. Em compensação podemos prever um pouco de toda a pompa da festa, pois na ocasião, os cavaleiros estão paramentados. Por tradição, os mouros vestem-se...
tracking img