Caso de sucesso - cacau show

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1108 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Um pouco da história da Cacau Show:
É uma empresa alimentícia brasileira, localizada em Itapevi, no estado de São Paulo. É uma marca de chocolates 100% nacional, fundada por Alexandre Tadeu da Costa, aos 17 anos, no bairro da Casa Verde, zona norte de São Paulo, com a ajuda de apenas uma funcionária e com apenas 500 dólares em 1988.
Tendo completado 20 anos em 2008, a Cacau Showestá presente em quase todos os estados brasileiros e conta com mais de 800 unidades franqueadas [2] distribuídas em 350 municípios, tornando-se uma das maiores rede de lojas de chocolate do mundo e faturando anualmente mais de 100 milhões de reais.[1]
A Cacau Show foi premiada - entre outros - com o prêmio de melhor franquia de cafeteria e confeitaria do Brasil em 2005, concedido pela EditoraGlobo.
E no mês de setembro foi inaugurada em Teresina, Piauí mais uma loja. Localizada no shopping center Riverside Walk Shopping.
A Cacau Show LTDA. previa chegar a 1.000 Lojas até 2010,e conseguiu,numa festa de lancamento do Livro O Cacau é Show a empresa comemorou também a marca de 1.000 Lojas espalhados em todo o País.
O fundador Alexandre Costa ganhou o prêmio empeendedor deano Brasil 2011 concedido pela Empresa Ernst Young, sendo o representante oficial do pais na disputa mundial que ocorreu em Mônaco em junho de 2011.
Cacau Show na mídia:
Em matéria da revista Veja temos mais um pouco sobre a empresa.
O rei do chocolate no Brasil é um doce de pessoa. Uma vez por mês, Alexandre Tadeu a Costa leva o violão para sua fábrica, moderníssima, cheia devidros e verde, e se diverte tocando rock nacional com os funcionários.
O refeitório da empresa, onde almoça e janta "com todo mundo junto", é decorado com fotos enormes dos filhos dos empregados, para que eles se sintam "em casa".
Costa conhece cada funcionário pelo nome e a reunião mensal com violão não é açúcar puro, não – "É para todo mundo falar na minha cara o que está achando,o que está errado e o que não está dando certo." Aos 37 anos, casado, três filhos, faculdade de administração abandonada no 2º ano, Costa é dono da Cacau Show, fábrica de chocolate que abriu há vinte anos (isso mesmo: começou no ramo com apenas 17) e que hoje conta com 508 franquias espalhadas por 21 dos 27 estados – a maior rede de pontos-de-venda de chocolates finos do país.
A título decomparação, a segunda maior, a quase centenária Kopenhagen, tem 239 estabelecimentos, entre franquias e lojas próprias.
Por trás da casquinha de doçura e das práticas trabalhistas modernas, Costa é o típico empreendedor que quer engolir os competidores a seco, sem nem uma gotinha de licor.
Autoconfiante ao extremo, tem certeza de que seu negócio é o melhor do mundo. Aliás, que seuchocolate também. Numa ronda pela fábrica, proclamou o justo orgulho que sente pela própria obra, dizendo, três vezes, "I am so proud". Em inglês mesmo. "A concorrência diz que eu sou agressivo, mas minha analista diz o contrário, que sou muito bonzinho e preciso mudar", entrega.
Filho de pai tecelão e mãe que vendia lingerie e bijuteria de porta em porta, começou a trabalhar adolescente.Cuidava das faturas, das notas fiscais e do estoque do minúsculo negócio da mãe. Mal entrou na faculdade, diversificou: foi vender, também de porta em porta, chocolate de um fornecedor conhecido.
Com boa conversa e muito talento para venda, hoje infinitamente ampliado, conta que uma semana antes da Páscoa fechou um pedido grande demais. Bateu de loja em loja pedindo socorro e, numa delas, deua sorte de ser ouvido por Creusa Trentin, dona-de-casa que sabia fazer ovos de Páscoa. Pediu 500 dólares a um tio, compraram o material, fecharam-se por dois dias e duas noites na cozinha de Creusa e entregaram o pedido.
Assim nasceu a Cacau Show. Creusa pegou sua parte no lucro e voltou a ser dona-de-casa. Costa foi em frente, criando a empresa voltada para um produto bom, em termos de...
tracking img