Caso clinico - toque

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1476 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Caso Clínico

Paciente encaminhado ao serviço de psiquiatria do Hospital das Clinicas da UFMG pelo Hospital Dia do Hospital Psiquiátrico Galba Velloso em 16/09/96.
Identificação

NVS é um jovem de 18 anos, leucoderma, solteiro, sem profissão, estudou até a quinta série do primeiro grau e é natural do interior de Minas Gerais, onde reside.

História da Moléstia Atual
O paciente afirmaque na quinta série, quando estava com 15 anos, "vinhaem sua mente" durante as aulas a imagem de um colega agredindo-o. Nesse momento, sentia-se obrigado a apagar a frase que estivesse escrevendo e a se imaginar agredindo o seu colega. Em outras ocasiões, relata que surgião em sua mente imagens de visinhos agredindo sua mãe, tendo que se imaginar batendo nos visinhos. Nesse período, apresentou umalesão no membro superior direito, tendo sido diagnosticada leishmaniose e submetido a tratamento específico. Relata que seu médico o informou que poderia ficar com lesões permanentes no menbro superior e, principalmente no nariz. Diz que sua mãe discutia com os outros sobre sua doença, mas não comentava sobre isso com ele, motivo pelo qual passou a ter medo de ser portador de câncer, tendo também," ouvido falar " sobre " amputação debraços ". Desde então, começou a " imaginar " o branço amputado, tendo que, para boter alívio, repetir o movimento que estivesse fazendo no momento de maneira invertida e imaginar o braço sadio. Passou a ter pensamentos onde se via morto no caixão. Nessas ocasiões, tinha que imaginar pelo menos duas pessoas no caixão, usualmente seus irmãos, e se imaginar com onariz. Nos três anos subsequentes o paciente parou de frequentar a escola. Fazia matrícula e comàrecia as aulas no inicio do ano, mas depois interrompia, pois dizia que não " aguentava prestar atenção em nada " .
Atualmente o Paciente encontra-se sem se alimentar adequadamente, engerindo apenas sopa. Constantemente, relata que " a voz da mãe à a sua mente " doi seguinte modo : " o N. está comcâncer no nariz " . Para obter alívio, precisa repetir o movimento que estiver fazendo em maneira envertida, e repetir mentalmente a frazer ao contrário: " ris-na no cer-cân com tá-es N. o " . Segundo a mãe e a irmã, o paciente faz gestos estranhos ao atravessar a rua e passa grande parte do tempo em frnte ao espelho . N. diz que precisa ficar olhando-se no espelho para certificar-se de que seunariz está sadio.
Procurou atendimento médico em sua cidade natal, sendo-lhe prescrito imipramina, 75mg/D, e haloperido, 5mg/D . Apresentou distonia aguda, pocurando atendimento no hospital psiquiátrico Galba Velloso.


História Pregressa
Nega tabagismos, uso de drogas, doenças, confulções. Etilismo ocasional.
História Pessoal
O paciente tem 8 irmãos, sendo o mais novo. O mais velho tem 36anos. Tem relacionamento distante com a maioria dos irmãos, relacionando-se melhor apenas com uma irmã que reside em Belo Horizonte. Não conversa com seu pai, segundo ele, porque este agride sua mãe. Até os 15 anos, havia repetido apenas uma vez o ano letivo, na 3º série. Nunca manteve relações sexuais, relatando apenas 4 envolvimentos amorosos fugazes com meninas.
História Familiar
Prima comdepressão.
Exame do estado mental
Paciente com boas condições de higiene, com um boné na cabeça, emagrecido, pálido, semblande inexpressivo. Cooperativo, relata seus sintomas com algum constrangimento, demonstrando estranheza em relação a eles, embora evidencie certa indiferença afetiva. Relata pensamentos invesivos e recentes, além de uma voz " vem à sua mente " , que , apesar de ser a voz desua mãe, reconhece como " protudo de sua mente " ; considero os pensamentos como irracionais, porém, sub sua influência, apresenta compulsões mentais e motoras.
Sumula Psicopatológica
Paciente emagrecido, cooperativo, orientado no tempo e espaço, conciência clara, normovigil, normotenaz, memória preservado, relato de pensamentos cunho obsessivo, eutímico, tritica presente, inteligencia...
tracking img