Caso clinico - psicologia homem dos ratos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6164 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO
INTRODUÇÃO …........................................................................................................ 4
ATO I …...................................................................................................................... . 5
ATO II …..................................................................................................................... . 7
ATO III….................................................................................................................. . 10
ATO IV …................................................................................................................ .. 15
CONCLUSÃO …...................................................................................................... . 17
GLOSSÁRIO…........................................................................................................ 18
REFERÊNCIAS …................................................................................................... . 25

1

INTRODUÇÃO
O presente trabalho tem como objetivo realizar uma análise do caso O
Homem dos Ratos, pseudônimo dado por Sigmund Freud em seu 10º livro de sua
coleção. Observaremos a seguir, o relatode uma pessoa diagnosticada com
Neurose Obsessiva e as interpretações e conclusões de seu psiquiatra.
Conheceremos os desejos libidinais reprimidos e as pulsões sexuais e de morte,
ambos inconscientes, que o paciente manifestava. Caso o leitor tenha alguma
dificuldade com os termos psicanalíticos, um glossário foi disponibilizado como um
guia logo ao final do trabalho.

2

ATO I


Anamnese dopaciente:
Jovem entre a faixa de 30 a 35 anos, graduado em direito e oficial do exército

austríaco. Queixa-se de sofrer medos de que algo aconteceria a duas pessoas que
ele gostava muito: seu pai e a uma dama a quem admirava. O jovem também diz
estar consciente de impulsos compulsivos, tais como, por exemplo, cortar a própria
garganta com uma lâmina. Sentia repulsa por prostitutas e declarava quesua vida
sexual havia sido obstruída. Relata que sua primeira relação sexual foi com 26 anos.



Histórico do tratamento:
O paciente concordou em iniciar o tratamento com o psiquiatra Sigmund

Freud, com a condição de lhe dizer tudo que viesse à cabeça, mesmo aquilo
desagradável ou sem importância (associação livre). Quando perguntou ao médico
como poderia lhe pagar pelos serviços, Freudinformou que receberia os honorários
mensalmente. O valor da terapia seria d e 70 florins. Neste momento, o paciente sem
aparente justificativa, converteu mentalmente os valores, trocando 70 florins para 70
ratos.
Durante a segunda sessão do tratamento, o paciente contou que sempre fora
perseguido e atormentado por impulsos criminosos e costumava perguntar aos seus
amigos se eles o desprezavam por serum delinquente. Todavia, os mesmos
tentavam convencê-lo que essa estranha sensação de ser um criminoso era
decorrente de sempre ter encarado sua vida de modo negativo.
Relata não compreender as opiniões dos amigos e desabafa dizendo que
sempre foi uma criança feliz. Era muito amigo de seu pai e depositava toda a
confiança no mesmo, contado-lhe tudo sobre sua vida. Segundos depois, o pacientevoltou em seu relato e confessou que possuía um assunto, o qual manteve segredo
de seu pai. O paciente relata que sua vida sexual começou muito cedo. Lembrou-se
de uma cena quando tinha quatro ou cinco anos de idade. Sua família possuía uma
governanta que era muito jovem e bonita e chamava-se senhorita Peter. Certa noite,
ela estava deitada no sofá, ligeiramente vestida, lendo uma revista. Opaciente
3

estava deitado ao seu lado e pediu-lhe para se arrastar para debaixo de sua saia. A
governanta disse que podia com a condição de manterem segredo. Paciente
descreve que a governanta tinha muito pouca roupa por cima e, ao adentrar em sua
saia, manipulou com os dedos os genitais e a parte inferior do corpo da criada.
Confessou que foi uma experiência chocante e extravagante. Após este...
tracking img