Case de sucesso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5096 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de fevereiro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
Sumário


Sumário 2
Introdução 3
Engenharia Organizacional 4
Gestão estratégica e organizacional 7
Gestão de Projetos 8
Gestão empreendedora 9
Gestão do Desempenho Organizacional 10
Gestão da Informação 13
Questões sobre Engenharia Organizacional 14
Case de Sucesso Volkswagem 15
Conclusão 19
Referências Bibliográficas 20













Introdução


AEngenharia Organizacional emergiu na década de 90 com o objetivo de colocar a engenharia ao serviço das organizações.Disponibilizando técnicas para analisar (modelar), desenhar, implementar e operar uma empresa.
De acordo com a ABEPRO – Associação Brasileira de Engenharia de Produção – a engenharia organizacional é uma subárea da engenharia de produção, considerada como um conjunto deconhecimentos relacionados à gestão das organizações, englobando em seus tópicos o planejamento estratégico e operacional, as estratégias de produção, a gestão empreendedora, a propriedade intelectual, a avaliação de desempenho organizacional, os sistemas de informação e sua gestão e os arranjos produtivos. A cada momento deste trabalho iremos abordar cada aspecto dessa parte da Engenharia Organizacional.Engenharia Organizacional


Conjunto de conhecimentos relacionados à gestão das organizações, englobando em seus tópicos o planejamento estratégico e operacional, as estratégias de produção, a gestão empreendedora, a propriedade intelectual, a avaliação de desempenho organizacional, os sistemas de informação e sua gestão e os arranjos produtivos.
6.1. Gestão Estratégica eOrganizacional
6.2. Gestão de Projetos
6.3. Gestão do Desempenho Organizacional
6.4. Gestão da Informação
6.5. Redes de Empresas
6.6. Gestão da Inovação
6.7. Gestão da Tecnologia
6.8. Gestão do Conhecimento



Uma das grandes questões que as organizações enfrentam a todo momento é a adequação de sua estrutura funcional ás necessidades operacionais, administrativas e gerenciais. Organizaçõesque não se atualizam ou funcionam de forma desregulada, com superposição ou indefinição de papéis e responsabilidades certamente desperdiçam recursos, são ineficientes, além de dificultar a responsabilização de seus agentes nos insucessos.
A obsolescência é uma ameaça sempre presente, principalmente neste mundo altamente conectado e com velocidades vertiginosas de trocas de informação. Estasituação traz a complexidade de identificar quais processos, práticas, regulamentações, tecnologias, ferramentas se ajustam à organização e em que momento devem ser aplicadas ou são exigidas.
Uma afirmação muito comum é a de que "sempre funcionou assim", para justificar a inação. Nenhuma organização, por mais antiga, poderosa ou reconhecida que seja, resiste a mudanças periódicas para atender aocontexto sobre o qual atua.
A Engenharia Organizacional é a ferramenta que permite aos executivos, que precisam redesenhar as estruturas funcionais das entidades que dirigem, realizar a tarefa de modernização organizacional. Quanto mais complexas as organizações vão se tornando, maior a necessidade de criar uma estrutura para gerenciá-la. Essa estrutura permite uma divisão de tarefas mais clara,com criação de departamentos e hierarquia de cargos.
A forma mais comum de representar a estrutura formal de uma organização é um organograma:




Segundo Liles (1995), citado por Macedo e Tribolet (2004) a EngenhariaOrganizacional emergiu na década de 90 com o objetivo de colocar a engenharia ao serviço das organizações, disponibilizando técnicas para analisar (modelar), desenhar,implementar e operar uma empresa.
A engenharia organizacional está conectada a um conjunto de conhecimentos relacionado à gestão de projetos, gestão estratégica e organizacional, gestão do desempenho organizacional, redes de empresas, gestão da informação, gestão do conhecimento, gestão da tecnologia e gestão da inovação (Henrique, Camilo e Marques, 2011).
Segundo o site da ABEPRO – Associação...
tracking img