Casa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1580 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE – UNESC

CURSO DE PSICOLOGIA












MICHELE FELISBERTO









A CASA NA PERSPECTIVA DA PSICOLOGIA AMBIENTAL























JUNHO DE 2012
MICHELE FELISBERTO















A CASA NA PERSPECTIVA DA PSICOLOGIA AMBIENTAL




Trabalho realizadopara cumprimento parcial da disciplina de Psicologia Ambiental, do Curso de Psicologia da Universidade do Extremo Sul Catarinense – UNESC.


Prof.: Teresinha Maria Gonçalves








JUNHO DE 2012
SUMÁRIO



1 INTRODUÇÃO 03

2 A CASA SIMBÓLICA 04

2.1 História de todas as casas que a pessoa morou 05

2.2 Como a pessoa se sente quando chega emcasa 05

2.3 Como a pessoa se sente quando viaja 06

2.4 Existe lugar sagrado na casa da pessoa? 06

3 APROPRIAÇÃO DA CASA 07

3.1 Sentimento de pertença 07

3.2 Observar cultivação da casa 08

3.3 Observar se a pessoa sente-se bem na casa 09

4 ESPAÇO DE CONVÍVIO 10

4.1 Observar se existe espaço de convívio entre os familiares 10

5 A CASA COMO SEGUNDA PELE 11

5.1 Em momentosde grande emoção prefere ficar em casa? 11

6 A HISTÓRIA DA CASA 12

6.1 Objetos que foram trazidos de outro lugar 12

7 CONSIDERAÇÕES FINAIS 13

REFERÊNCIAS 14

ANEXOS 15










1 INTRODUÇÃO


O presente Trabalho é um dos requisitos da disciplina de Psicologia Ambiental na qual visualizará a Casa com a perspectiva da Psicologia Ambiental através de umaentrevista com indivíduo masculino, 71 anos, tendo entrevista fundamentada por meio das aulas lecionadas pela Professora Teresinha Maria Gonçalves e com o texto “Qualidade do espaço e habitação humana”.
No seguinte trabalho a Casa será vista de uma visão simbólica, e não estrutural e funcional como a arquitetura, engenharia e geografia visualizam.
Segundo a Psicologia Ambiental A Casaé uma exigência da condição humana, dessa forma, o espaço físico conta histórias de vida do individuo. Sendo assim é necessário observar objetos de decoração, onde para a Psicologia Ambiental é considerado o altar da casa, além de observar os espaços de convivência, se a Casa proporciona segurança, proteção, esperança, imaginação e espaço para o outro. Todos esses aspectos podem ser para outrasáreas meramente superficiais, mas, para a Psicologia Ambiental cada detalhe na Casa tem extrema importância, pois, cada detalhe irá desvendar e descrever um pouco da história desta pessoa.






























2 A CASA SIMBÓLICA

De acordo com Valadares (2000 p.83) “A casa do homem é, antes de tudo, lugar de presença e de construção de histórias”.Dessa maneira, o próximo tópico irá descrever a história das casas do entrevistado.

2.1 História de todas as casas que a pessoa morou

O entrevistado contou que morou em cerca de cinco (5) casas, sendo essas em quatro (04o) cidades distintas.
Nasceu em Meleiro e viveu lá até os 50 anos de idade em duas casas, depois mudou-se para São Joaquim que era a cidade Natal da esposa láviveram por 5 anos em uma única casa. Após a morte da esposa mudou-se para Maracajá onde morava a segunda esposa e os dois decidiram então morar no Balneário Arroio do Silva.
O entrevistado relatou que este período em Meleiro foi a melhor fase de sua vida, teve uma infância boa com muitos amigos, e quando construíram a casa própria, fizeram como sempre desejaram, dando o espaço de maiorimportância na casa que seria o salão de festas, com churrasqueira e mesas de jogos. aatro, sendo essas em quatro () em dez ()mestado cometem extrema importdade
Após sair de Meleiro, L. relatou que sofreu para se adaptar a São Joaquim mais a esposa queria muito morar lá então se acostumou. O entrevistado chorou ao relatar que agradece a Deus por ter se mudado por que foi lá que ela...
tracking img