Cartas de amor de fernando pessoa pdf

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3845 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O FEMININO NA OBRA DE FERNANDO PESSOA
Andréia Cristina EMBERCIS1 (G. UEMS)
Profa. Dra. Ana Paula Macedo Cartapatti KAIMOTI2 (UEMS)
RESUMO: Este resumo refere-se a um trabalho monográfico em andamento e apresenta a primeira
etapa de uma pesquisa cujo objetivo geral é investigar os modos como o feminino apresenta-se na
obra de Fernando Pessoa, considerando a variação dessa presença nos textosdos vários heterônimos
do poeta, em toda sua complexidade. Juntamente com os poemas do ortônimo Fernando Pessoa e
dos heterônimos Alberto Caeiro, Álvaro de Campos e Ricardo Reis, o trabalho também toma como
objeto de pesquisa aquele que até o momento é o único texto da também única mulher entre os
heterônimos, Maria José. Do ponto de vista dos estudos de gênero e da crítica feminista, a mulheré
uma projeção dos desejos e fantasias de vozes masculinas, no discurso do poeta ou do escritor, que
corroboram com a opressão social e histórica da qual ela é vítima na sociedade patriarcal. Partindo
disso, procuramos investigar de que maneira e até que ponto a mulher na obra de Pessoa, sendo a
ficcionalização do feminino na obra de um autor masculino, vai ao encontro desse caráteropressivo.
PALAVRAS-CHAVE: Fernando Pessoa; Literatura Portuguesa; Estudos sobre as Mulheres
Introdução
Este trabalho refere-se a uma pesquisa que tem como objetivo investigar as presenças do feminino
na obra de Fernando Pessoa, especificamente nos poemas “Eros e Psique”, do Pessoa ortônimo,
“Lenta, Descança”, do heterônimo Ricardo Reis, e o texto “Carta da Corcunda ao Serralheiro” da
heterônimaMaria José. De modo geral, há poucos trabalhos que focalizam a obra de Pessoa nessa
perspectiva, inserida no contexto dos estudos de gênero que pesquisam as formas de representação
da mulher na cultura.
Nesse sentido, essa área também se dedica a estudar a posição e o percurso da mulher na sociedade
e a contribuição feminina nas diversas formas de atividade, a qual, muitas vezes, é anônima esilenciada. Conforme afirma Ferreira, na obra Pensar no feminino (2001), o conceito de gênero é
um aspecto central dos estudos sobre as mulheres e não é entendido de forma pacífica. Ainda assim,
em geral, nesse contexto, o gênero é considerado uma representação simbólica, culturalmente
relativa, da masculinidade e da feminilidade.
Especificamente, quanto ao discurso literário, Brandão (2004)afirma que o texto é uma folha em
branco na qual a mulher circula entre o imaginário literário e social. Para a autora, o feminino é uma
construção imaginária, “é sintonia e fantasma masculino” (BRANDÃO, 2004, p. 13), uma espécie
de miragem, produto de um sonho alheio. Nos textos, o narrador ou poeta são felizes em fazer falar,
por meio do deslocamento de vozes, o que é do homem, e aquilo que,dele, torna-se mulher.
Particularmente, no caso da poesia, a mulher é aquela na qual se concretizam todos os desejos do eu
- lírico masculino, desso modo a voz feminina que se ouve não é a da mulher e sim uma simulação
da ilusão responsável por sua existência. Ao calar-se na voz do narrador ou do eu - lírico, a mulher
idealizada assume um papel passivo, ficando estática diante do desejo de quem adescreve. Por isso
a figura feminina é idealizada e, sendo assim, é inatingível.

1

Andreia Cristina Embercis, aluna do 4º ano do curso de Letras Português/Inglês da Universidade Estadual de Mato
Grosso do Sul – UEMS/Dourados – andreiaptdentaria@hotmail.com
2

Profa. Dra. Ana Paula Macedo Cartapatti Kaimoti, docente do curso de Letras da Universidade Estadual de Mato
Grosso do Sul –UEMS – paulacartapatti@uol.com.br
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL
Unidade Universitária de Dourados
VII EPGL - VI CNELLMS e IV EPPGL
27 a 29 de julho de 2011

A estudiosa portuguesa Isabel Magalhães (1996, 2001) é uma das poucas pesquisadoras que
estudam a obra de Fernando Pessoa nessa perspectiva, segundo ela nas obras do poeta há uma
presença feminina de forma secreta, porém...
tracking img