Cardiologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6150 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO

O Infarto do miocárdio acontece quando o suprimento de sangue a uma parte do músculo cardíaco é reduzido ou cortado totalmente. O Infarto do miocárdio pode também acontecer em pessoas que têm as artérias coronárias normais. Isso pode acontecer quando as coronárias apresentam um espasmo, contraindo-se violentamente e também produzindo um déficit parcial ou total deoferecimento de sangue ao músculo cardíaco irrigado pelo vaso contraído.
O maior sintoma de um infarto é a dor. A grande maioria dos infartados relatam que sentem uma sensação de um  "aperto" localizado no peito, à altura do coração. A intensidade da dor do infarto varia de pessoa para pessoa. A dor provoca suores frios, náuseas, vômitos e vertigens. A dor geralmente irradia para o braço esquerdo,mas em 15% dos casos pode irradiar para o braço direito.

* CAUSAS
O Infarto do miocárdio é a morte de um segmento do músculo cardíaco, determinada pela interrupção brusca da corrente sanguínea,  numa das artérias coronárias nutridoras do coração.
* Aterosclerose coronária.
* Trombose coronária.
* Choque.
* Hemorragia.

* FISIOPATOLOGIA
A lesão funcional  daarteriosclerose é denominada ateroma. O ateroma do colesterol gorduroso se deposita na camada intíma das grande artérias. Estes depósitos interferem na absorção dos nutrientes pela célula endoteliais que compôem o revestimento interno vascular além de obstruírem o fluxo sanguíneo. Nas áreas envolvidas, o endotélio vascular torna-se necrótico e depois fibroso comprometendo ainda mais a luz eimpedindo o fluxo de sangue. Nestes locais onde o hímen está reduzido e a parede áspera, existe uma grande tendência para a formação de coágulos, fato este que explica a coagulação intravascular, seguida da doença tromboembólica com as complicações mais importantes da arteriosclerose.
 Qualquer que seja a sequência dos acontecimentos, o desequilíbrio entre  as necessidades e o suprimento do miocárdioinduz um episódio de isquemia miocárdica aguda, com uma das quatro consequências possíveis:
1. Pode apenas induzir um ataque de angina.
2. Uma isquemia mais intensa  pode produzir necrose do miocárdio, limitada a um terço ou metade  interna de alguma porção ou de toda a circunferência da parede ventricular esquerda necrose isquêmica, também chamada "infarto subendocárdico".
3.A necrose isquêmica pode atravessar mais ou menos  toda a espessura de alguma porção  da parede ventricular esquerda, criando um "infarto transmural"
4. O episódio isquêmico agudo pode produzir "morte cardíaca súbita" dentro de poucas horas.

* FATORES DE RISCO
Não há uma doença única para as doenças cardiovasculares, mas existem fatores que aumentam a probabilidade de suaocorrência. Os fatores de risco cardiovasculares, especialmente, são as condições ou hábitos que agridem o coração ou as artérias, dentre os quais se destacam:
* Hipertensão arterial.
* Colesterol alto.
* Triglicérides alto.
* Tabagismo.
* Diabetes.
* Estresse.
* Sedentarismo.
* Obesidade.
* Alimentação gordurosa.
* Hereditariedade (história demesma doença em outros membros da família).
Obs: A prevenção, a identificação precoce e o controle adequado dos fatores de risco diminuem a probabilidade de um ataque cardíaco.

* INFARTO E A HIPERTENSÃO ARTERIAL
A elevação da pressão arterial é o mais insidioso dentre todos os fatores de risco, já que é assintomática, até que esteja em estágio muito avançado. O aumento da pressão arterialproduz um gradiente de pressão muito alto, que deve ser  vencido pelo ventrículo esquerdo. A pressão persistentemente alta, faz com que as necessidades miocárdicas de oxigênio excedam o  suprimento.  Isso dá início a um círculo vicioso de dor, associado à doença arterial coronariana. A detecção precoce da hipertensão arterial  e a obediência do esquema terapêutico podem evitar as consequências...
tracking img