Capitu

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (289 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1) A infertilidade de Bentinho

Após dois anos de casamento e consecutivas tentativas infrutíferas, Bentinho não conseguiu engravidar Capitu. Eis que, sem nenhum tratamento como dr. Elsimar Coutinho, Maria Capitolina aparece grávida, por “divina obra do Espírito Santo”. Mesmo já separado de Capitu e envolvido em outras aventuras afetivas, Bentinho nãolegou filhos à posteridade, não teve um filho que o justificasse... à exceção do suposto Ezequiel. Bentinho era infértil e a fertilidade de atleta de alcova de Escobar foi a suadesgraça.


2) A fuga para a Suíça

Após a morte de Escobar e a acusação de Bentinho, Capitu separa-se do marido traído e vai morar na Suíça. Por que tão longe? É simples:Ezequiel, seu filho, estava crescendo, e a sua escancarada semelhança com Escobar seria uma prova mais que evidente da sua traição. Toda a família e os amigos notariam e ela nãopassaria incólume à acusação de adúltera. Melhor esconder o fruto do seu pecado bem longe dos olhos das alcoviteiras.


3) O provérbio afro-luso-indígena

Um antigo provérbioafro-luso-indígena vaticina: o descendente da Profissional do Amor sempre nasce à imagem e semelhança do seu genitor. Ou, no popular: “Filho de puta tem a cara do pai”. Sabedoria dosantigos, constatada através de inequívocas estatísticas populares. Sabia Natureza, que antes dos testes de DNA, soube prover um lenitivo aos anseios e angústias de tantos!Ezequiel (que recebeu esse nome em homenagem ao grande "amigo" Escobar) era o "Ricardão" escarrado e cuspido (ou "Em Carrara esculpido", como afirmam os sábios).


Portanto, à margemde qualquer defesa, estou convencido da culpa de Capitu (que os deuses do Parnaso me perdoem, se estiver errado). Afirmo, eu, ressaqueado; afirmo, eu, oblíquo e dissimulado.
tracking img