Capitalismo e socialismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4521 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de fevereiro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

O capitalismo e o socialismo correspondem a dois tipos distintos de sistemas político-econômicos. Com teorias bem diferentes, esses dois sistemas economicos acabaram tornando o mundo bipolar,em que os países socialistas eram representados pela Uniao Soviética e os países capitalistas, tinha a frente os Estados Unidos porém ambos apoiados por outros países que se identificavamcom os respectivos sistemas.

O capitalismo é um sistema bem antigo, que tinha como objetivo a produçao, acumulação de riquezas através do comércio. Os mais ricos compravam a mao de obra dos mais pobres, e assim dessa forma aqueles com maior poder capital se enriqueciam, gerando assim a desigualdade social. No socialismo a proposta era bem diferente, os pensadores humanistas tinham emmente criar um sistema socio-economico bem forte, onde acabariam com as desigualdades sociais.

Nesse trabalho iremos intender um pouco mais a respeito explicitando os fatos que levaram o estabelecimento das diferenças aos sistemas econômicos Capitalista e Socialista.

CAPITALISMO

ORIGEM NO CAPITALISMO

O Sistema Capitalista iniciou no século XV até XVIII na passagemda Idade Média para a Idade Moderna. Com o renascimento urbano e comercial dos séculos XIII e XIV, surgiu na Europa uma nova classe social : a burguesia. Esta nova classe social era responsável em buscavar o lucro adivindo das atividades comerciais.
 Neste contexto, surgem também os banqueiros e cambistas, cujos ganhos estavam relacionados ao dinheiro em circulação, numa economia que estavaem pleno desenvolvimento. Historiadores e economistas identificam nesta burguesia, e também nos cambistas e banqueiros, ideais embrionários do sistema capitalista : lucro, acúmulo de riquezas, controle dos sistemas de produção e expansão dos negócios.
A expansão do comércio gerou a necessidade de se aumentar à produção, principalmente o artesanal. Os artesãos mais ricos começaram a compraras oficinas dos artesãos mais pobres. Estes, transformaram-se então, em trabalhadores assalariados, e o número de empregados nas oficinas foi aumentando.,

A fase de acumulação de capital por meio do lucro advindo do comércio e pela exploração do trabalho humano, seja assalariado ou escravo, recebe o nome de o Capitalismo Comercial. Nessa fase do capitalismo, ocorreu a expansãomarítimo-comercial que fez ressurgir na Europa o colonialismo.

CAPITALISMO COMERCIAL

Período que estende-se do século XVI ao XVIII onde inicia-se com as Grandes Navegações e Expansões Marítimas Européias.
Nessa fase a burguesia mercante começa a buscar riquezas em outras terras fora da Europa. Os comerciantes e a nobreza estavam a procura de ouro, prata, especiarias ematérias-primas não encontradas em solo europeu. Os comerciantes, financiados por reis e nobres, ao chegarem à América, por exemplo, começaram um ciclo de exploração, cujo objetivo principal era o enriquecimento e o acúmulo de capital.
Neste contexto, podemos identificar as seguintes características capitalistas : busca do lucro, uso de mão-de-obra assalariada, moeda substituindo o sistema de trocas,relações bancárias, fortalecimento do poder da burguesia e desigualdades sociais.

CAPITALISMO INDUSTRIAL / REVOLUÇÃO INDUSTRIAL

Até o século XVIII, o comércio era a principal atividade econômica da Europa, proporcionando grandes lucros à burguesia comercial. Nesta época começaram a surgir novas técnicas de produção de mercadorias. Como exemplo, podemos citar a invenção da máquinaa vapor, do tear mecânico e, conseqüentemente, dos lucros da burguesia. Surge, deste modo, um novo grupo econômico muito mais forte que a burguesia comercial, a burguesia industrial. Cabia a burguesia industrial a maior parte dos lucros. Enquanto a grande maioria dos homens continuava pobre, uns continuaram trabalhando a terra arrendada, outros se tornaram operários assalariados. Essa...
tracking img