Capital social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1303 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CONTRATO SOCIAL DA EMPRESA STYLLUS TOP MODAS LTDA.
Jhones de Assis Martins, brasileiro, natural de São Paulo/SP, solteiro, comerciante, portador do RG nº. 43.265.876-4 SSP/SP e CPF nº. 350.675.057-87, nascido em 14/09/1990, residente e domiciliado em São Paulo/SP, à Rua Francisco Kenji, 729- Bairro São Marcos. Patrícia Barbosa Damascena, brasileira, natural de São Paulo/SP, solteira, estilista,portadora do RG nº. 65.686.071-0 SSP/SP e CPF nº. 263.765.876-55, nascida em 28/08/1985, residente e domiciliada em São Paulo/SP, à Rua Tele Santana, 235- Bairro Domingos de Moraes. resolvem por este instrumento constituir uma sociedade limitada, que regerá pela legislação em vigor e pelas cláusulas a seguir indicadas:
DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO SOCIAL E DURAÇÃO.
Cláusula primeira- A sociedadegirará sob a denominação social “STYLLUS TOP MODAS LTDA”, com sede e domicilio em São Paulo/SP, à Rua José Alencar, 123- Bairro Tiradentes, podendo a qualquer tempo, abrir ou fechar filial ou outra dependência em todo o território nacional, mediante alteração contratual assinada por todos os sócios;
Cláusula segunda- A sociedade usará como título de estabelecimento “STYLLUS TOP MODAS”
Cláusulaterceira- A sociedade terá como objeto social: confecção e comércio de roupas;
Cláusula quarta- O prazo de duração da sociedade será por tempo indeterminado e iniciará suas atividades a partir de 18 de agosto de 2012;
DO CAPITAL SOCIAL
Cláusula quinta- O capital social é de 50.000,00 (cinquenta mil reais), dividido em 50.000,00 (cinquenta mil reais) quotas no valor nominal de R$ 1,00 (um real)cada, totalmente integralizado neste ato, em moeda corrente nacional e distribuído da seguinte forma:


SÓCIOS NÚMEROS DE QUOTAS CAPITAL
Jhones de Assis Martins 49.999 R$ 49.999,00
Patrícia Iridiane Damascena Dias 1 R$ 1,00Total 50.000 R$ 50.000,00
Parágrafo primeiro- A responsabilidade de cada sócio é limitada ao valor suas quotas, mas todos respondem solidariamente pela integralização do capital social;
Parágrafo segundo- As quotas são indivisíveis e não poderão ser cedidas ou transferidas a terceiros sem o consentimento de todosos sócios, a quem fica assegurado, em igualdade de condições e preço direito de preferência para a sua aquisição se postas à venda, formalizando, se realizada a cessão delas, a alteração contratual pertinente;
DA ADMINISTRAÇÃO E REPRESENTAÇÃO
Cláusula sexta- A administração e a rerepresentação da sociedade serão exercidas pelo sócio Jhones de Assis Martins, com os poderes e atribuições deadministrar e representar a sociedade ativa e passivamente, judicial e extrajudicialmente, sendo autorizado o uso do nome empresarial, vedado, no entanto, em atividades estranhas ao interesse social ou assumir obrigações seja em favor de qualquer dos quotistas ou de terceiros, bem como, onerar ou alienar bens imóveis da sociedade, sem autorização dos outros sócios;
DA REMUNERAÇÃO DOS SÓCIOS
Cláusulasétima- Os sócios poderão de comum acordo, fixar uma retirada mensal, a título de “Pró-labore”, pelos serviços que prestarem a sociedade, observadas as disposições regulamentares pertinentes em lei;
DAS PROIBIÇÕES
Cláusula oitava- São expressamente vedados, os atos de qualquer sócio, procurador ou funcionário que a envolverem em obrigações relativas a negócios ou operações estranhas ao objetosocial, tais como fianças, avais, endossos ou quaisquer outras garantias em favor de terceiros, obrigando-se também os sócios, a titulo pessoal, a não autorgar fianças ou avais;
DAS REUNIÕES DE QUOTISTAS E SUAS DELIBERAÇÕES
Cláusula nona- As deliberações relativas à aprovação das contas dos administradores, aumento ou redução do capital, designação ou destituição de administradores, modo de...
tracking img