Cancer de protata

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6618 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MINISTÉRIO DA SAÚDE INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER

PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE DO CÂNCER DA PRÓSTATA
DOCUMENTO DE CONSENSO

MINISTÉRIO DA SAÚDE Barjas Negri SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE Renilson Rehen de Souza INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER Jacob Kligerman COORDENAÇÃO E EDITORAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER Coordenação de Ensino e Divulgação Científica Seção de Divulgação CientíficaSeção de Produção de Material Educativo Rua do Rezende, 128 - Centro - CEP:20231-092 Tel.: (0XX21) 3970-7819 / e-mail:mateduc@inca.gov.br

FICHA CATALOGRÁFICA
B823p BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Assistência à Saúde. Instituto Nacional de Câncer. Programa nacional de controle do câncer da próstata: documento de consenso. - Rio de Janeiro: INCA, 2002. 24p. (Manuais técnicos, 30).Bibliografia ISBN 85-7318-086-2 1.Neoplasias prostáticas. 2. Programa nacional de controle do câncer da próstata. 3. Brasil. I. Título. CDD-616.99463

Tiragem: 5 000 exemplares © 2002 Ministério da Saúde É permitido a reprodução parcial ou total, desde que citada a fonte.

Programa Controle Programa Nacional de Controle do Câncer da Próstata
Documento de Consenso

Ministério da SaúdeInstituto Nacional de Câncer Coordenação Nacional de Prevenção e Vigilância Coordenação de Ensino e Divulgação Científica

SUMÁRIO

Introdução Prevenção e detecção precoce do câncer da próstata Diagnóstico e tratamento do câncer da próstata Cuidados paliativos em câncer avançado da próstata Bibliografia recomendada

07 09 13 17 25

○ ○ ○

INTRODUÇÃO
Com o aumento significativo daimportância das neoplasias no perfil de mortalidade da população brasileira, o Ministério da Saúde propôs a Política Nacional de Prevenção e Controle do Câncer. O objetivo desta Política é reduzir a incidência e a mortalidade por câncer no Brasil por meio de ações contínuas que levem à conscientização da população quanto aos fatores de risco de câncer, promovam a detecção precoce dos cânceres passíveisde rastreamento e propiciem o acesso a um tratamento eqüitativo e de qualidade em todo território nacional. Desta forma, o Instituto Nacional de Câncer (INCA), órgão do Ministério da Saúde responsável pela coordenação e execução desta Política de Prevenção e Controle, vem estruturando, em parceria com as Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde, programas nacionais de controle do câncer quevisam à promoção à saúde, intervenção sobre fatores de risco, detecção precoce, estruturação e expansão da rede especializada de diagnóstico e tratamento do câncer. Em continuidade à implementação desta Política e em cumprimento à Lei 10.289, de 20 de setembro de 2001, que instituiu o Programa Nacional de Controle do Câncer da Próstata, o Ministério da Saúde realizou no dia 13 de junho de 2002, nacidade do Rio de Janeiro, a Oficina de Trabalho para o Consenso sobre o Programa Nacional de Controle do Câncer da Próstata, com a participação de representantes da Sociedade Brasileira de Urologia, Sociedade Brasileira de Radioterapia, Escola de Saúde Pública da Universidade John Hopkins, Departamento de Ciência e Tecnologia em Saúde da Secretaria de Políticas de Saúde/MS, Escola Nacional deSaúde Pública/FIOCRUZ e do Instituto Nacional de Câncer/MS (áreas de Urologia, Oncologia Clínica, Radioterapia, Cuidados Paliativos, Patologia Clínica, Anatomia Patológica, Epidemiologia, Prevenção e Detecção Precoce). A Oficina de Trabalho teve como objetivo promover o consenso entre os especialistas nas diversas áreas relacionadas ao câncer da próstata sobre as formas de prevenção, diagnóstico etratamento desta neoplasia, em todos os seus estágios evolutivos, para subsidiar a implementação do Programa. Para tanto, os participantes dividiram-se em três grupos de trabalho. No primeiro foram discutidas as questões referentes à prevenção e detecção precoce do câncer da próstata; no segundo discutiu-se o diagnóstico e o tratamento; e no terceiro, o cuidado paliativo dos pacientes fora de...
tracking img