Bullying

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1052 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Brincadeiras de mau gosto como chamar o colega de baleia, feio, dentuço, ou seja, brincadeiras que de alguma forma tendem a ofender seus receptores, estão presentes no cotidiano das salas de aula e a partir do momento em que seus receptores passam a sofrer as conseqüências oriundas dessas brincadeiras, seja elas no âmbito afetivo ou na aprendizagem, esta criança se torna mais umavítima do bullying. O bullying é considerado toda forma de agressão, seja ela física ou verbal, sem um motivo aparente, causando em suas vítimas conseqüências que vão desde o âmbito emocional até conseqüências na aprendizagem (FANTE, 2005). Essas brincadeiras passaram a ser denominadas de bullying em meados da década de 90, e o primeiro a relacionar essas brincadeiras ao nome de bullying foi DanOlweus, pesquisador e educador da universidade de Bergen, na Noruega. Fez inúmeras pesquisas com relação às conseqüências que o bullying pode acarretar em suas vítimas.
A partir de então, várias pesquisas a respeito das causas e conseqüências do
bullying passaram a ser desenvolvida. Os Estados Unidos é um grande pioneiro nas
pesquisas e também na prevenção e combate ao bullying em suasescolas. Uma grande tragédia, ocorrida no ano de 2001, na qual dois jovens de 15 anos entraram em uma escola secundária e assassinaram a tiros treze alunos e em seguida se suicidaram. A polícia descobriu que esses dois alunos eram vítimas de bullying nessa escola. Esse é um caso em que o bullying gerou uma grave conseqüência. Devido a este fato, os Estados Unidos mantém uma rigorosa política de prevençãoao bullying.
No Brasil, o bullying passou a ser conhecido e estudado pela ABRAPIA (Associação Brasileira Multiprofissional de Proteção à Infância e à Adolescência) onde
desenvolveu-se um projeto em onze escolas na cidade do Rio de Janeiro. O objetivo
do projeto era conscientizar e prevenir a ocorrência de bullying nas escolas. Professores e alunos participaram do projeto que obteve resultadospositivos.

1. O PAPEL DA ESCOLA:

Quando nos referimos a problemas que ocorrem no âmbito escolar, em especial na sala de aula, fica evidente o papel do professor, ainda mais se este problema envolver seus alunos e seu desempenho escolar.
O bullying está presente na maioria das salas de aula e casos de agressões físicas e verbais, como já foi discutido no capítulo anterior, ocorrem nassalas de aula, muitas vezes na presença do professor. Mas porque essas agressões ocorreram na presença do professor? O professor simplesmente não interferiu ou sua atitude perante a sala não bastou para que os alunos entendessem que o respeito deve haver em um ambiente escolar. O professor que critica constantemente o seu aluno, o compara com outros, o ignora, está expondo esse aluno a ser maisuma das vítimas do bullying e de certa forma está agindo com desrespeito ao espaço pedagógico. A critica injusta é uma das formas de má comunicação, que provoca ressentimento, hostilidade e deterioração de desempenho, seja em que idade for.
Não podemos, no entanto, atribuir ao professor toda responsabilidade da ocorrência de bullying na sala de aula. Os alunos podem certamente cometer o bullyingsem se basear nas atitudes do professor. Porém, atitudes do professor para com os alunos, assim como foi dito anteriormente, podem sim, gerar chances para que estes cometam bullying na sala de aula. No entanto, se o professor transmitir aos alunos a importância do respeito e tiver conhecimentos sobre os direitos das crianças, ou seja, se for o mediador de um ambiente de amizade e companheirismo,interferir de maneira coesa nas chamadas brincadeiras de mau gosto, casos de bullying poderão não acontecer no interior da sala de aula.
Para que o bullying não aconteça no cotidiano pedagógico é necessário tanto a participação do professor quanto dos alunos. O professor de um lado tem o dever de transmitir o papel ético, que envolve a importância do respeito mútuo, do diálogo, da justiça e da...
tracking img