Brics

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2078 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
BRICS - Brasil-Rússia-Índia-China-África do Sul
O termo BRIC foi criado em 2001 pelo economista-chefe da Goldman Sachs, Jim O´Neil, a partir do estudo intitulado “Building Better Global Economic BRICs”. O termo refere-se a letra inicial dos quatro países participantes: Brasil, Rússia, Índia e China. Em abril de 2011, foi adiciona a letra "S" em referência a entrada da África do Sul (em inglêsSouth Africa). Desta forma, o termo passou a ser BRICS.
O BRICS é utilizado como categoria de análise nos meios econômico-financeiros, empresariais, acadêmicos e de comunicação. É um agrupamento incorporado à politica externa de todos os países pertencentes ao grupo. O peso econômico do grupo é considerável visto que entre 2003 e 2007, o crescimento dos quatro países representou 65% da expansãodo PIB mundial. Em paridade de poder de compra, o PIB dos BRICS já supera hoje o dos EUA ou o da União Europeia. Em 2003 os BRICs respondiam por 9% do PIB mundial, e, em 2009, esse valor aumentou para 14%. Em 2010, o PIB conjunto dos cinco países, totalizou US$ 11 trilhões, ou 18% da economia mundial. Considerando o PIB pela paridade de poder de compra, esse índice é ainda maior: US$ 19trilhões, ou 25%.
Desde sua criação em 2001 até 2006 os BRICS não estavam reunidos por mecanismos que permitissem a articulação entre eles. O conceito referia-se apenas à existência de quatro países que individualmente tinham características que lhes permitiam ser considerados em conjunto, mas não como um mecanismo. Isso mudou a partir da Reunião de Chanceleres dos quatro países organizada à margem da61ª. Assembleia Geral das Nações Unidas, em 23 de setembro de 2006. A partir deste momento Brasil, Rússia, Índia e China começaram a trabalhar juntos, coletivamente. Assim passou a existir um grupo atuante no cenário internacional.
Como agrupamento, o BRICS tem um caráter informal. Não tem um documento constitutivo, não funciona com um secretariado fixo nem tem fundos destinados a financiarqualquer de suas atividades. Em última análise, o que sustenta o mecanismo é a vontade política de seus membros. Ainda assim, o BRICS tem um grau de institucionalização que se vai definindo, à medida que os cinco países intensificam sua interação.
O comércio intra-BRICS alcançou US$ 212 bilhões, em 2010, e a estimativa é de que tenha superado US$ 250 bilhões em 2011. A título de comparação, em 2002, ovolume de comércio entre os membros do agrupamento montava apenas a cerca de US$ 27 bilhões. Há estimativas de que possa chegar a mais de US$ 500 bilhões até 2015. Já o comércio Brasil-BRICS passou de US$ 10 bilhões em 2003 para US$ 96 bilhões em 2011. Em 2012, o FMI estima que o BRICS contribuirá com 56% do crescimento do PIB mundial. O BRICS ocupa cerca de 26% da área terrestre do planeta,abriga 41% da população mundial e detém 46% de força de trabalho global.
Caso as projeções se confirmem, o cenário mundial em termos de fornecimento ficará mais ou menos assim: Brasil – alimentos, combustíveis renováveis (álcool, biodiesel), petróleo (pré-sal); Rússia – gás natural e petróleo; Índia – mão de obra (qualificação tem recebido investimentos); China – tecnologia.
Dessa forma o BRICSproporciona aos seus cinco membros espaço para diálogo, identificação de convergências e concertação em relação a diversos temas. Além de ampliar o contato e a cooperação em setores específicos.
O BRICS busca debater o crescimento econômico, a paz e a segurança internacional, o desenvolvimento sustentável, os desafios à urbanização e à biodiversidade, bem como o aperfeiçoamento dos mecanismos degovernança global, com o objetivo de adequá-los à nova realidade política e econômica e de ampliar a representatividade e a legitimidade das atuais instituições.
Características:
Estes países emergentes possuem características comuns como, por exemplo, bom crescimento econômico. Ao contrário do que muitos pensam, estes países não compõem um bloco econômico, apenas compartilham de uma...